5min. de leitura

COMO VIVER EM ETERNAS FÉRIAS…

Todo o ano, há pessoas que esperam por aquelas duas semanas de paz, de retiro da própria cidade e do caos diário que viveram nela. Compram bilhetes, voam para longe. Durante esse tempo, vivem em plena felicidade, celebram o tempo livre. Mas, depois, acabou. De volta à realidade, de volta ao stress.


O mesmo acontece durante o fim de semana. Toda a semana, prometemo-nos a nós mesmos que este fim de semana vai ser passado em total descanso e lazer – que vamos espremer destes dois dias a maior quantidade de diversão que conseguirmos, porque quando começar novamente a semana temos de voltar ao trabalho.

Mas…porquê?

Será que a vida não passa de fazermos coisas porque somos obrigados, só para extrairmos de todo este tempo, uns míseros dias de viver livremente?


Eu digo que não.

COMO VIVER EM ETERNAS FÉRIAS - FOTO 01


A minha ideologia é que viemos para este Mundo físico para viver em liberdade total, e que nascemos livres. Temos como objetivo ser felizes, e podemos ter, ser ou fazer qualquer coisa que imaginamos nos fazer felizes.

Aliás, tudo o que escolhemos na vida tem esse objetivo. Todas as pessoas que conhecemos, quer sejam honestas ou manipuladoras, confiantes ou inseguras, boas ou más têm todas o mesmo propósito: a felicidade, a realização interna, o sentimento de que tudo está bem.

Não vou falar aqui do que nos impede de nos sentirmos assim no dia a dia, das limitações que colocaram no nosso subconsciente. Em vez disso, vou falar de como nos sentirmos da mesma maneira quer estejamos a trabalhar ou de férias, em casa ou no emprego.

Pode parecer utópico para muitos, mas este estado de ser é possível. É totalmente alcançável viver num estado constante de alegria, de calma, de otimismo.

O que importa não são as condições externas, mas as condições do nosso interior.

Se estamos a viver algo e a pensar em algo diferente, e praticamos esse pensamento até se tornar uma crença, aquilo que estávamos a pensar é aquilo que passamos a viver! Viemos para transformar pensamentos em coisas!

Se estás no trabalho e queres ir à praia, mas talvez não possas ir agora, nem em breve, pensa na praia. Como é a textura da areia? A temperatura da água? Qual é a tua sensação ao te deitares na toalha?

A partir do momento que tornas este pensamento da praia e como ela te faz sentir num hábito, de repente estás na praia. Não sabes como, mas simplesmente surgiu a oportunidade, ou o Universo deu-te o impulso de ires de carro para um lugar onde nunca estiveste antes, e esse lugar é exatamente como o da tua visão.

COMO VIVER EN ETERNAS FÉRIAS - FOTO 02

Essa é a sensação de viajar, de ir de férias: é criares o ambiente perfeito na tua mente e praticares a sua sensação, e de repente, quase de forma inesperada, estás a viver o que pensaste. Quando vais a um lugar que amas, parece que é sempre novo, porque o teu amor por esse lugar não te faz pensar no que pode correr mal.

Então, que seja assim para tudo na tua vida!

Atreve-te a praticar o pensamento positivo, por mais arrojado que pareça a princípio. Se te faz sentir bem, o que importa?

A vida pode e deve ser como ir de férias, e todos um dias poderiam ser uma celebração de quão bem te estás a sentir. Não há razão particular: sentir-me bem sabe bem. A única razão para seres feliz é quão bem isso sabe.

Onde é o teu próximo destino? Tu escolhes, a mente é tua!





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.