publicidade

Sair de relacionamentos que não fazem mais sentido faz parte do ciclo da vida

O amor é um sentimento muito nobre para ser confundido com acordos que aprisionam.

Muitas vezes imaginamos determinadas situações de um futuro que não está mais ali, pelo menos, não como era antes. Quando percebemos que estar com alguém é uma aposta pessoal, entendemos que temos que deixar o outro livre, para assim sermos livres também. Livres para permanecer ou ir, livres para aceitar determinadas circunstâncias ou não.



Amar tem muito mais a ver com liberdade do que com excesso de zelo. Aliás, será que esse excesso de zelo não esconde uma real intenção de posse?

Permita-se enxergar a realidade da situação. Muitas vezes é doloroso demais entender que determinadas ações desencadearam reações inesperadas, que fugiram do controle que você acreditava ter.

Acreditar poder consertar tudo é uma ilusão. Permita-se ver a realidade de que você não controla o que está a sua volta, assim como nenhuma ação que provém do outro.

A vida traz situações inesperadas, ela impacta e nos leva ao que precisava acontecer, independente de planejamentos.


Quando esperamos demais do outro, criamos expectativas que nunca serão atingidas. Porque essas atitudes e pensamentos que você cria não são nada. Você não pode impor ao outro ser como você gostaria que ele fosse. Se você entender isso e continuar amando alguém, você entendeu o que é esse sentimento e vai aprender a deixar tudo leve.

Frustrações existem, e trabalhar essa dor interior é um dos passos do amadurecimento emocional e pessoal.

Inúmeras vezes nossas apostas vão dar errado. As pessoas mudam, você muda constantemente. Essa é a graça da vida!

Permita-se mais, saiba quando você deve deixar fluir, partir. Não controlamos a vida, mas precisamos estar auspiciosos quanto ao que ela nos mostra.


O amor é um sentimento muito nobre para ser confundido com acordos que aprisionam.

Desate os nós. Sair de relacionamentos que não fazem mais sentido faz parte do ciclo da vida. Faz parte do seu amor-próprio.

Lembre-se: para iniciar um novo ciclo, temos que encerrar o anterior.

 “O amor não é uma relação entre duas pessoas. É um estado de espírito dentro de nós.” – Osho


Direitos autorais da imagem de capa: Louis Hansel on Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.