Notícias

Morre, aos 96 anos, o sambista Nelson Sargento

wrqwrqwrwe

O sambista foi diagnosticado com o novo coronavírus na última sexta-feira (21), quando foi internado.

Entre os grandes talentos brasileiros do samba esteve Nelson Mattos ou “Nelson Sargento”, carioca que há décadas faz sucesso com músicas que marcaram gerações, como Agoniza, mas não morre.

Segundo informações do G1, o sambista faleceu aos 96 anos no último dia 27 de maio, no Rio de Janeiro. Nelson, que apesar de apaixonado pela música apenas compôs sua primeira canção aos 31 anos, foi pesquisador, artista plástico, ator e escritor.

No ano de 1955, junto a Alfredo Português, ele escreveu ‘Primavera’, samba-enredo da Mangueira, que também ficou conhecido como ‘As quatro estações’, sendo considerado por muitas pessoas um dos sambas mais bonitos existentes.

Sargento, que era presidente de honra da Estação Primeira de Mangueira e autor de sucessos como o sambista estava internado no Instituto Nacional do Câncer (Inca), desde o último dia 20.

O hospital informou que, ao dar entrada, o sambista apresentava “quadro de desidratação, anorexia e significativa queda do estado geral”. Ele foi testado para Covid-19 e positivado com a doença.

Segundo a nota do INCA, Nelson era paciente do local desde 2005, quando foi diagnosticado e tratado de um câncer de próstata.

Uma das últimas aparições de Nelson em público foi em 12 de fevereiro, no Museu do Samba, em um manifesto em defesa do carnaval que foi cancelado devido a pandemia. O cantor e compositor já havia recebido as duas doses da vacina, sendo a segunda no final de fevereiro.

Devido à sua morte, a Prefeitura do Rio decretou luto oficial de três dias na cidade.

A família do sambista explicou que não haverá velório, e que o corpo de Nelson será cremado em cerimônia restrita por causa da pandemia. Sua perda foi lamentada por diversos famosos e fãs através das redes sociais.

Confira abaixo a íntegra da nota do Inca sobre a morte de Sargento:

“O Instituto Nacional de Câncer (INCA) informa que o paciente Nelson Mattos, 96 anos, faleceu na manhã desta quinta-feira (27).

Nelson Mattos deu entrada no hospital, no último dia 20, com quadro de desidratação, anorexia e significativa queda do estado geral. Ao chegar na unidade, foi realizado o teste de covid-19, que apontou positivo. O paciente estava aos cuidados do INCA na Unidade de Terapia Intensiva desde o último sábado (22).

Apesar de todos os esforços terapêuticos utilizados, o óbito ocorreu as 10:45 minutos dessa sexta-feira, 27 de maio de 2021.”

Mulher de 26 anos leva choque e morre depois de mexer em celular que estava carregando

Artigo Anterior

Deolane faz tatuagem em homenagem a MC Kevin: “No meu coração, só momentos bons”

Próximo artigo