ColunistasRelacionamentos

Saudade faz reviver…

Saudade faz reviver site

Como de costume, os mesmos sonhos o acordaram durante a madrugada. Tentou dormir novamente, mas a mente já estava dominada por lembranças.



Olhou o celular e faltavam duas horas para começar seu dia. A mistura de realidade e sonhos, mesmo que rotineira, o assusta e o sono não vem.

Ele acende um incenso e coloca perto da cama, e aquele aroma, claro, faz com que ele se lembre de que ela também gostava de incensos. Tinham as mesmas bases.

Deitado lembrou de como ela gostava de dormir até tarde, de que gostava de dormir tarde, que tinha dificuldades para dormir. Lembrou de ter velado seu sono, de tê-la acordado com um beijo, de ficar olhando sua respiração, de acordar no meio da noite só para ver se ela estava ali, dormindo ao seu lado.


Ele sonhou até dormir e ser acordado pelo despertador.

Tomou banho, penteou-se sem olhar no espelho, lembrou da última vez em que fizera isso, enquanto conversava com ela, antes de ir trabalhar. Lembrou que naquele dia deveria ter feito uma declaração. Encheu um copo de leite com café, como ela sempre fazia todas as manhãs, lembrou-se de que ela não se alimentava direito, que ele sempre cobrava para que ela comesse ao invés de tomar somente leite e café. Tomando goles curtos, caminhou para fora da casa. Viu as flores que ela deixou. Outra vez sonhou. Viu seu sorriso, seu cuidado, seus cabelos, a delicadeza e habilidade com os vasos de flores. Deu um suspiro cansado e um gole.

Foi até as flores, ficou ali a olhar cada detalhe como se olhasse para ela. Outra vez sonhou.

Tentando imaginá-la ao seu lado, sorrindo ao ver suas plantas viçosas, esforçou-se para tentar sentir seu abraço, sempre tão apertado, acompanhado por um lindo sorriso, convite de um doce beijo. Ele a viu. Sentiu aquele aperto no peito. Saudade. Foi acordado pelo latido dos cachorros. Relutante caminhou de volta para a casa. Entrou no quarto e desejou que ela estivesse deitada ali na cama, como um dia esteve.


Pegou o celular e mais uma vez olhou foto por foto, se questionou sobre os erros, pediu respostas a Deus, como sempre pediu para que ele a protegesse de todo o mal. Abriu os olhos e olhou para o teto, tentativa para que as lágrimas não escorressem. Em vão.

Colocou o rosário no bolso da calça, fechou a porta do quarto e saiu. Assim como todos os dias, as lembranças o acompanharam. Ele faz questão de lembrar.

________

Direitos autorais da imagem de capa: gstockstudio / 123RF Imagens


Um coração partido significa que você tentou!

Artigo Anterior

Diga sim à liberdade… abra-se para o novo. Diga sim às infinitas possibilidades…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.