4min. de leitura

Saúde, tempo e dinheiro – A cada tempo a sua necessidade…

“Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde” (Jim Brown)

Muitas vezes já afirmei que sou um otimista em relação vida, que sou adepto da ideia de que o sucesso na trajetória humana decorre do equilíbrio. Já fiz apologia a viver a vida de forma a aprender sempre, e a ter o que lembrar, para ser lembrado. Mas parece que estou na contramão da história, parece que para os cinzas dias atuais, vale o excesso. Parece que a graça de viver está justamente em ir ao extremo, mesmo que isto custe a própria vida.


Viver é equilibrar que temos e o que nos falta.

Quando era jovem ouvia bastante a ideia de que a vida é muito ingrata, pois vivemos sob o comando de três senhores com pesos e forças impulsionadoras diferentes. Diziam os mais velhos, que quando somos jovens temos muita saúde, muito tempo, porém pouco dinheiro. Assim, na juventude o que nos falta, que gera a incompletude da vida é o dinheiro. Considerado que saúde e tempo temos de sobra.

Já na idade adulta, gozamos de boa saúde, uma relativa estabilidade profissional, que nos permite sonhar. Neste momento da vida temos uma vida financeira mais controlada, mas não temos o tempo. É a carreira, são as obrigações conjugais, são os afazeres sociais, são filhos, são amigos, são os parentes, o chefe, os clientes. São tantas as obrigações e compromissos que nos falta o tempo.

Assim, na idade adulta, temos saúde e dinheiro, mas nos falta o tempo para viver.

Quando envelhecemos e começamos a diminuir o ritmo, a vida nos conduz por outros caminhos. Agora já com os filhos criados com o espólio construído, pensamos em aproveitar a vida, ledo engano, agora temos o tempo necessário, o dinheiro advindo de certa estabilidade financeira, mas não temos mais a saúde. Para que a vida é mesmo muito cruel. Parece que não conseguimos alinhar os três fatores saúde, tempo e dinheiro. O que nos move é o que nos falta.


Como disse Jim Brown, destruímos a saúde para ganhar dinheiro, depois gastamos o dinheiro para recuperar a saúde.

Esta parece uma lógica muito perversa da existência. Entendam que a vida se baseia no equilíbrio de tudo e de todos. Valorize o que você tem, e compreenda que é a falta que nos move para o futuro e para o sucesso. Saiba equilibrar desde cedo saúde, tempo e dinheiro. Não seja escravo de nada, não deixe a sua felicidade para amanhã. Ande no caminho da luz.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.