Notícias

SBT tira “Bom Dia & Cia” de programação após 28 anos no ar

Foto: Instagram
SBT tira Bom Dia Cia de programacao apos 28 anos no ar site

O SBT revelou nesta quinta-feira (31) uma reformulação em sua grade diária, que não irá mais incluir o Bom Dia & Cia a partir da próxima segunda-feira (4).

O programa infantil ficou no ar durante 28 anos e hoje era apresentado por Silvia Abravanel.

Em sua estreia em 1993, era comandado por Eliana e ao longo de quase três décadas revelou nomes como Jackeline Petkovic, Maisa Silva, Priscilla Alcântara e Yudi Tamashiro, que comandaram o programa no início de suas respectivas carreiras.

O infantil estava sendo exibido das 9h30 ao meio-dia. Em um comunicado com a nova programação, o SBT informou que agora o Primeiro Impacto ficará no ar direto entre às 6h e meio-dia, sendo seguido pelos Notícias Impressionantes.

Eita!

Yudi Tamashiro participou de uma entrevista reveladora ao Flow Podcast. Na conversa, o ex-apresentador do ‘Bom Dia & Cia’ (SBT) desabafou sobre as responsabilidades trazidas pela fama precoce e relatou problemas com bebidas e vício em sexo durante a adolescência:

“Olhando de fora, foi uma vida cheia de glamour. Foi, sim. Mas com responsabilidades que não eram para uma criança”.

“Sinto que há coisas que foram importantes de viver, mas preciso trabalhar isso dentro de mim. É horrível quando você está sofrendo e as pessoas apontam que sua vida é muito boa”, completou Yudi.

Em outro momento, o artista comentou sobre a rotina que seguia após deixar os palcos do programa infantil: “Eu saía do trabalho emendava um put** (prostíbulo) para almoçar. Aí eu chegava lá e mais conversava com as garotas do que fazia (sexo). Eu queria dividir coisas que eu não podia dividir com outras pessoas”.

Vale mencionar que o ex-SBT esteve no comando do ‘Bom Dia & Cia’ dos 11 aos 21 anos de idade. Nesse período, chegou a faturar R$ 80 mil por mês, somando o seu salário na emissora à campanhas publicitárias que participava. Segundo ele, esse foi um dos motivos da fama ter subido à cabeça.

0 %