publicidade

Se existe crise, coloque amor!

O famoso ano da crise, já acabou e ainda escuto pessoas reclamando sobre ele até agora. Então pra que o novo ano também não seja um ano de crises quero compartilhar com você um segredo para transformar sua vida e todos os seus anos daqui por diante.



É nítido que estamos vivendo dias com muitos conflitos, dores e desafios. E sem me apegar a nenhum tipo de previsão, tenho certeza que teremos a partir daqui momentos maravilhosos.

Toda crise vem de falta de amor, e se hoje aparentemente está tudo desequilibrado é preciso colocar amor. Não importa em qual área da vida esteja ruim, ela precisa de amor para melhorar, sejam finanças, relacionamentos, saúde…

Mas também no meio do caos é o momento de acordar e assumir a Auto responsabilidade. Ser responsável não é ser culpado, mas sim sair da zona de conforto e abraçar causas que façam teu coração vibrar mais forte. Reconhecer em você motivos para prosseguir, e fazer melhor a cada dia. Se lembrar do seu propósito aqui no Planeta, e seguir aquilo que você foi chamado pra fazer, pois não há coisa mais importante do que estabelecer o elo perdido consigo mesmo. O autoconhecimento fará tudo fazer sentido e aquele local dentro de você que parece faltar algo será preenchido.


Mas como não somos seres isolados e é impossível viver sozinho, precisamos ajudar os outros a curarem as suas dores. E eu te convido em um primeiro momento a praticar a gentileza.  Parece muito simples, e talvez seja dependendo do seu ponto de partida.

Entretanto em alguns momentos ser gentil pode esbarrar em algumas outras dores que precisam ser curadas. E você pode e deve se permitir esse tratamento.  Escolha conscientemente perdoar, e ser um canal de luz. Cultive a cultura de paz em você e no mundo e lembre-se de acrescentar muito amor pelas situações e pessoas.

Com amor e Gratidão


Flávia Almeida

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.