Família

“Se quer que seus filhos tenham os pés no chão, coloque-lhes algumas responsabilidades nos ombros”

3 Se quer que seus filhos tenham os pes no chao coloque lhes algumas responsabilidades nos ombros

Criar crianças é saber que, no futuro, elas vão precisar dar conta da vida sem nossa ajuda ou apoio, pois nem sempre estaremos presentes em suas decisões.



Antes mesmo de uma criança nascer, os pais criam expectativas sobre seu futuro, pegam-se imaginando sua personalidade, se será dócil, batalhadora, resiliente. Imaginam que profissão terá quando chegar à fase adulta? Terá mais afinidade com humanas ou exatas? Seguirá carreira acadêmica ou vai trabalhar na prática?

Tudo isso são questionamentos e suposições válidos, comuns a todas as famílias, junto com a expectativa de conhecer aquele bebê. Mas, muito além de todas essas perguntas, talvez os pais devam se perguntar se querem que seus filhos sejam pessoas responsáveis e pé no chão ou se não se importam com essas características.

Vivemos em um mundo acelerado, em que tempo é dinheiro, trabalhar é preciso e nem sempre temos tempo de refletir sobre nossas escolhas.


Ensinar aos filhos, ainda na infância, o valor das relações humanas, do trabalho e do estudo é uma garantia de que farão escolhas mais saudáveis e conscientes no futuro.

Uma criança precisa saber que seu trabalho tem valor, precisa entender como funciona a engrenagem do mercado e que o estudo e a educação nos fazem alçar voos mais altos. Mas, mais importante que tudo isso, é saber que as relações humanas importam, sentir empatia pelo próximo importa, que todos deveríamos ter direitos iguais.

Se o seu filho aprende, desde pequeno, a ter responsabilidade emocional, saiba que ele será um adulto mais respeitoso, inclusivo e honesto.

Ninguém cria filhos para que eles sejam a antítese da bondade, com toda certeza, você quer que tenham noção da vida, de que nada nos é dado de bandeja e que o amor salva!


A partir dos exemplos, pode-se saber que as crianças aprenderão tudo que precisam. Não adianta ensinar a seu filho tratar as pessoas com educação, se você destrata indivíduos baseando-se em níveis hierárquicos.

Seu filho é um espelho de como você age no mundo, de como você interage com o garçom, o frentista, a caixa do supermercado e todas as pessoas que constituem a base da força de trabalho no nosso país.

Ensine a seu filho no dia a dia, enxergue-o como indivíduo, ele é um membro da sociedade, assim como você. Quando for tomar uma decisão, chame seu filho para fazer parte daquele momento, explique como você se sente, qual sua motivação para fazer aquilo daquela forma. Insira seu filho na rotina da casa, leve-o ao supermercado, mostre-lhe como se faz para administrar um lar.

Tenha a certeza de que tratar seu filho como um ser ativo apenas fará bem a ele. Um adulto forte, consciente, respeitoso, amoroso e que sabe fazer tudo para viver e conviver neste mundo. Isso vale tanto para os meninos quanto para as meninas, pois todos precisam dominar o básico de sobrevivência: alimentação, finanças, administração, trabalho e relacionamentos.


Tenha certeza de que seus filhos serão adultos mais autônomos e livres!

Comente abaixo o que acha disso e compartilhe o texto nas suas redes sociais!

Mulher faz “chá revelação de DNA” para parar boatos de ex-companheiro e viraliza!

Artigo Anterior

Depois de vencer campeonato, esportista doa prêmio de R$500 a adversário que viajou 35h para competir

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.