Se quiser mudar a sua vida, levante do sofá!



Em certos momentos de nossa vida nos sentimos impelidos a efetuar algumas mudanças, porém, não conseguimos muitas vezes passar para a ação e, então, frustramos nosso desejo com conseqüências muito negativas no futuro. Concordo que os obstáculos que enfrentamos quando desejamos ousar, sair dos trilhos, para enveredar por novos caminhos são inúmeros e nada fáceis!

Geralmente, quando sentimos aquele comichão que nos empurra a iniciar algo novo é porque estamos insatisfeitos com a situação atual. Podemos até estar vivendo um momento tranquilo, com bom emprego, boa situação financeira, estabilidade etc.. E, no entanto, sentir por dentro que precisamos fazer algo mais para que nossa vida se torne completa com a integração entre matéria e espírito. Essa sensação é quase sempre o início de uma crise e por essa razão devemos ficar atentos aos sinais se quisermos enfrentá-la com sabedoria, obtendo resultados compensadores no final da turbulência.

Alguns planetas, mais do que outros, são responsáveis por essa sensação e atualmente, dois deles, estão no auge da sua quadratura, (posicionamento tenso): Plutão e Urano. Plutão se encontra atualmente a 11° de Capricórnio e Urano a 11° de Aries, dois signos Cardeais. Esse aspecto planetário é chamado pelos esotéricos de Portal 11:11 e indica um ‘ponto de mutação’, um momento único e ideal para efetivarmos aquelas mudanças ha tanto tempo adiadas! Este é também um ponto de mutação para o planeta inteiro.

12966Plutão exige que enfrentemos nossa ‘sombra’, incluindo nisso nossos sentimentos mais obscuros, que são muitas vezes condenados pela sociedade como indesejáveis. Cobiça, inveja, ciúme, raiva, são somente alguns desses sentimentos indesejáveis que fomos ensinados a rechaçar. Até mesmo o desejo sexual instintivo e natural pode ser condenado como ‘pecado’ pelas religiões! Porém, como todos esses sentimentos fazem parte de nossa bagagem instintiva, mesmo se rechaçados e escondidos, podem despontar de uma hora para outra quando, por algum motivo, destampamos aquela ‘panela de pressão’ onde eles se encontravam sob controle. Eu gosto dessa comparação com a panela de pressão porque ela é completamente plutoniana! Se colocarmos na panela de pressão o feijão para cozinhar, ele fica lá a ferver, e ferver, e borbotar se transformando naquele alimento gostoso que amamos. Porém, essa panela precisa ter um respiro, uma válvula! Caso contrário, ela explodirá quando a pressão se tornar insuportável e o alimento nela contido se espalhará por todo lado fazendo um estrago danado! É isso o que acontece quando a pressão plutoniana afeta uma área de nossa vida. Dependendo da Casa astrológica onde ele está transitando, o efeito ‘válvula entupida’ acontecerá na área relacionada e nas características específicas do signo, como no caso atual, Capricórnio. Esse signo tem relação com os modelos estabelecidos, com o status social e profissional e econômico tão enraizados em nossa sociedade.

O efeito explosivo é proveniente da tensão que Plutão está promovendo com o planeta Urano. Urano é também considerado um Deus da Mudança, mas se a mudança plutoniana é lenta e transformadora, esta é rápida, súbita, imprevista. E se parece mais com um orgasmo libertador, algo que acontece sem nosso controle. Desde 2009, quando essa quadratura iniciou, os dois planetas promovem no céu uma dança que mais parece uma sedução do que um enfrentamento, ou ambas as coisas. Num determinado período, eles se aproximam, (julho de 2010) depois se afastam, e se aproximam novamente, por causa de seu movimento direto ou retrógrado. Atualmente, como já afirmei, eles estão em quadratura exata a 11 graus, Urano em Áries e Plutão em Capricórnio.

Tenho percebido essa ação coletiva no meu consultório através dos inúmeros clientes que me procuram com uma necessidade premente de efetuar mudanças em sua vida, mas sem conseguir explicar porque e como fazê-lo. As mudanças econômicas, sociais e políticas que observamos no mundo inteiro, são conseqüência desse aspecto planetário de longo prazo. Até mesmo as catástrofes naturais, causadoras de tanta mortandade, tem como origem a tensão Urano/Plutão.

No entanto, as mudanças não devem acontecer somente por pressão externa, mas devem e precisam ocorrer por pressão interna! Elas devem ter em nós um efeito libertador. Reconheço que se libertarmos todos os piores instintos que mantemos sob controle, a humanidade acabará num caos total! Isso não é desejável. Já temos muitos exemplos do efeito negativo e explosivo naqueles alguns indivíduos que saem por aí, agredindo gratuitamente, atirando e matando a esmo, em ações que não parecem fazer sentido. Esses indivíduos se permitem libertar os piores demônios que mantiveram acorrentados dentro de si! Não é isso que queremos!



E não são essas as mudanças a que me refiro. Urano é um planeta que produz inspiração e insights, estimulando nossa criatividade. Associando-se a Plutão, planeta da renovação e da transformação, o resultado pode ser um súbito impulso para dar um start em nossa vida, de forma a iniciarmos algo novo, eliminando amarras, medos e obstáculos, visando novos objetivos. É chegado o tempo de renovação, pois um novo portal está se abrindo para o planeta Terra e para a humanidade como um todo. A qualidade iluminadora de Urano deve servir para nos tornar conscientes daqueles recursos de nossa personalidade que nos ajudarão a efetivar essa mudança. Você, caro leitor, pode mudar suas crenças, iniciar um projeto novo, enveredar numa carreira diferente, buscar uma maior integração mente/espírito.

Porém, mais do que tudo, você precisa ‘levantar do sofá’, e permitir que os seus sentimentos mais íntimos e escondidos aflorem, não como uma explosão de raiva (seriam destruidores) mas como uma explosão de energia criadora que irá moldar um novo futuro para você e para todos nós!

Em conclusão, caro leitor, o que você deseja? Vai ficar aí sentado no sofá vendo a vida passar? Aproveite positivamente essa energia transformadora e faça alguma coisa para que sua vida seja próspera, feliz e integrada!

Por Graziella Marraccini

 






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.