publicidade

Se sumiu, agradeça! o melhor ainda está por vir, acredite!

Vem cá, que vou dizer umas coisas a você que está aí sofrendo uma desilusão amorosa: vai passar e tudo melhora com o tempo, vai por mim!

Você, com certeza, já ouviu vários conselhos dizendo para você desapegar de alguém, esquecer e ”seguir o baile”, mas quem está de fora não tem noção do que se passa ai dentro, não é mesmo?



No fundo, essas pessoas têm razão. Porque ficar correndo atrás de quem não quer estar presente para você?  Ou quem demonstra não ter os mesmos interesses que você? Qual sentido disso? Quanto mais você vai atrás das pessoas, menor valor você dá a si mesmo.

As pessoas sempre dão sinais, é automático do inconsciente, quando elas não estão interessadas é possível notar claramente os sinais. Esteja atento e, ao perceber, caia fora e não insista ou force a barra.

É comum estarmos vulneráveis, somos seres humanos sentimentais, não somos robôs, não somos de ferro. Temos uma necessidade natural de querer companhia, de um toque, de um olhar recíproco, ou de alguém para desabafar o nosso dia a dia. Mas, essas vulnerabilidades, vulgo carência, têm um poder enorme sobre você, sobre seu inconsciente. Elas podem cegar, fazer ver coisas onde não existem, criar uma percepção errada sobre as coisas, aceitar menos do que você merece, mendigar afetos ou, até mesmo, fazer você ficar viciado em querer chamar atenção de alguém. Mas, no fundo, é somente uma carência afetiva, falta de algo. Não permita que sua carência comande você e suas atitudes.

Nossos relacionamentos são proporcionais ao nosso recurso emocional. Como anda o seu?

Você é muito mais que isso! Não aceite menos do que você merece! E quando surgirem pessoas rasas, vulgo superficiais, em sua vida, já saiba o valor que elas darão a você: pouco ou nenhum. Não se acomode com o que lhe faz mal.

Quando você se sentir vulnerável ou carente, cuidado ao se relacionar com alguém, ou melhor, não dê nenhum passo, espere seu emocional estar equilibrado para dar seu primeiro passo. Enquanto isso, pratique algum ”hobby ”, faça yoga, medite, saia com amigos, leia livros. Distraia sua mente, desfoque daquilo que não está lhe fazendo bem.


Qual valor você está se dando? O quanto você se sente valorizado pelo outro?

Pense e trabalhe mais em você, foque em você todos os dias. Descubra-se todos os dias, aprenda a curtir sua própria companhia. Dê valor a quem lhe dá amor. A entrada da nossa vida só deve ser permitida às pessoas que queiram somar.

Se sumiu, agradeça, o melhor ainda está por vir, acredite! ”Antes de querer ser PLURAL, aprenda a ser SINGULAR”.

___________


Direitos autorais da imagem de capa: 4pmproduction / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.