publicidade

Se você experimentar esses 3 sinais depois de conhecer alguém, provavelmente o conheceu em uma vida passada!

Sua alma existe além do tempo e do espaço em uma dimensão maior, mas para crescer e evoluir (aumentar sua frequência), precisa interagir com outras almas e viver.

Mesmo que não nos lembremos conscientemente de nossas vidas passadas, uma certa quantidade de memória existe em algum lugar em nossa inconsciência pessoal, porque nossas almas têm capacidade de armazenar informações.



Nossas almas armazenam informações cruciais de cada vida, assim crescem. Ninguém nasceu completamente em branco. Por causa dessa informação, o karma da sua vida anterior pode segui-lo até que você “aprenda sua lição”, por assim dizer.

Pense nisso como um computador quântico que pode armazenar sequências em um único fóton, sem a necessidade do fator de tempo para a memória existir. Mas quando o fator de tempo é introduzido, o fóton desembala a sequência de informações (memória).

Sua alma comprimiu memórias e informações dentro de sua inconsciência, às vezes você pode vislumbrar um pouco delas.

Sua alma reconhece outras almas por sua vibração e impressão energética. Estes dados são subconscientemente percebidos sem a sua mente consciente perceber.


Às vezes, esses dados podem causar reações “inexplicáveis”, como resultado das memórias que guardamos em nossa alma e inconsciência.

Se você tiver qualquer uma dessas 3 reações “inexplicáveis” ao conhecer alguém, pode ter conhecido sua alma de uma vida anterior:

1. Você sente conexão instantânea ou repulsividade

Muitas vezes, quando você se aproxima de alguém que conheceu na sua vida passada, sente uma conexão imediata. Essas pessoas poderiam ter sido sua família, amigos, parceiros, alguém com quem você compartilhou uma conexão poderosa.

Mas há outros pelos  quais você simplesmente sente-se repelido. Não sabe explicar o porquê, mas não pode suportá-los, como se algo dentro de você começasse a ferver quando está perto deles. Essas pessoas podem ter causado alguma forma de dor e sofrimento em sua vida anterior, e você ainda luta para perdoá-las.


Conhecê-las pode ser mesmo uma chance de soltar nós passados ​​e superar certos karmas, tentando perdoá-las por suas ações. Isso vai purificar os apegos tóxicos da sua alma e ajudá-lo a crescer.


2. Sua conexão é quase telepática

É uma conexão difícil de explicar e ainda mais difícil de cortar. Esses tipos de conexões estão além do tempo e espaço, e geralmente são estabelecidas por pessoas realmente próximas.

Essas pessoas mergulharam profundamente em sua consciência em alguma vida passada, e você mergulhou profundamente na delas. Vocês compartilharam momentos íntimos e revelaram partes profundas de suas almas uma a outra. Isso manteve a conexão forte entre suas almas, mesmo que muitas vidas tenham passado.


3. Você vê isso em seus olhos

Há algo realmente familiar em seus olhos, e você simplesmente não pode explicar o que é. Você está hipnotizado. É como se já tivesse olhado para aqueles olhos um milhão de vezes antes.

A íris se desenvolve quando estamos no útero de nossa mãe e permanece a mesma toda a nossa vida. Algumas pessoas acreditam que os olhos não mudam quando você passa de uma vida para outra, o que nos permite reconhecer nossos companheiros espirituais ao longo do tempo. Íris são como uma impressão digital da nossa alma. Nenhum dos olhos têm exatamente os mesmos padrões de íris. Mesmo gêmeos idênticos não compartilham os mesmos padrões.

Então, se alguma vez acontecer com você, olhar nos olhos de alguém e sentir que não é a primeira vez que o olhou, não ignore.

Você pode ter conhecido essa pessoa em uma vida anterior e, como se lembra dos olhos dela, ela provavelmente era muito próxima a você.

_______

Traduzido pela equipe de O Segredo  Fonte: Life Coach Code – Fonte: Gostica  

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.