publicidade

Se você não estivesse lutando contra o seu peso, qual seria o seu maior sonho?

Não machuque o seu corpo tentando punir a sua mente. Se você não estivesse lutando contra o seu peso, qual seria o seu maior sonho?



Quanto tempo por dia você perde contando calorias? Eu não estou falando de valor nutricional dos alimentos. Falei: calorias! Quantas vezes você se olha no espelho e pensa: poderia estar mais magro(a). Quantos momentos felizes você deixou de ter porque não encontrava nenhuma roupa que deixasse seu corpo sexy e perfeito para apenas sair de casa e encontrar os amigos.

Quantos pensamentos destrutivos! É assim que acontece para quem sofre de transtornos alimentares.

A pessoa vira perita em calorias e estas significam medo. Medo do abandono, medo da solidão, medo da falta de amor.

Então ela não quer ingerir calorias porque isso pode causar muita dor e sofrimento. Ao mesmo tempo existe um conflito interno que grita por comida e por fome. O controle obsessivo pelo corpo perfeito fala mais alto e a restrição quase que total dos alimentos acontece. O peso vai diminuindo drasticamente sem ninguém perceber, pois existem artifícios para enganar os outros. Roupas largas são usadas de forma proposital para que ninguém perceba que o peso está indo embora de forma totalmente “controlada” e doentia.


Por outro lado, existem os casos de compulsão alimentar. A pessoa come quando está feliz, quando está triste, quando está com raiva ou quando sente necessidade de algum prazer momentâneo. Acontece que, depois, ela sente muita culpa porque no fundo ela quer ser “magra de revista” e se sente fracassada por perder o controle.

Até quando você vai acreditar que ser mais magro(a) significa ser mais feliz? Pare de depositar essa responsabilidade sobre o seu corpo. Certa vez você já foi mais magro(a), isso a (o) deixou mais feliz ou um(a) eterno(a) insatisfeito(a)?

Viver do passado ou do futuro pode desencadear depressão e ansiedade. Viva o hoje! Existe uma vida linda passando a cada minuto. Concentre sua atenção nas coisas boas que você tem. Agradeça ao seu corpo por você estar viva.


As revistas fazem com que as pessoas se sintam inadequadas com o corpo. Ou você tem um corpo fino com músculos aparecendo ou está totalmente fora de moda. Existe uma pressão da sociedade para o emagrecimento e a mídia cobra um padrão de beleza que não é compatível com uma vida saudável. Ter um corpo bem definido é lindo. Entretanto, a forma do seu corpo não pode definir a sua felicidade. Existe um jogo de interesse por trás da indústria da moda, quanto mais você odiar o seu corpo, mais eles vendem produtos para emagrecimento ou para “crescimento” de músculos.

Quais são os pensamentos que surgem quando você enxerga sua imagem no espelho? Você reconhece aquilo que vê ou fica brigando incansavelmente com o seu reflexo?

A imagem corporal é construída a partir do julgamento que a pessoa tem do corpo dela. Algumas vezes, é como dizer que ela não reconhece aquilo que ela vê.

Pare de tomar remédios para emagrecer, eles vão apenas anestesiar a sua dor e causar dependência; pare de querer controlar o seu peso 10 vezes por dia; desça da balança; vá ao seu restaurante predileto e saboreie aquela comida bem feita; aceite que o elástico do biquini pode apertar a sua cintura, mas jamais o seu coração.

Está tudo certo! Você não precisa ter um corpo perfeito para ser feliz. O seu corpo não o (a) define, a sua celulite não a define. O que, verdadeiramente, o (a) define é a sua essência.

Você não precisa estar sempre no controle da sua vida. Você não precisa ser escravo do seu corpo. Pare de viver o drama de uma sociedade crítica, que impõe um padrão de beleza que não existe. Entenda que você é único (a), não existe nenhuma alma igual nesse imenso mundo. Por isso, avalie qual é a sua relação emocional com a comida e descubra qual é o sentimento que tem por trás disso.

Aprenda a lidar com as suas emoções. Pare de sentir culpa e vergonha do seu corpo, você é amado (a) pelo seu valor e não pela sua aparência física. Faça as pazes com a balança, são apenas números. Aprenda que a comida é o combustível para uma vida saudável e feliz. Ela proporciona energia para você viver bem.

Liberte sua mente de pensamentos negativos, pois eles podem comandar as suas decisões.

Não tenha medo de fracassar. Peça ajuda, se necessário, converse sobre suas angústias com alguém, mas não machuque o seu corpo tentando punir a sua mente. Você não está sozinho(a).


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: byheaven / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.