3min. de leitura

Se você quer ter amigos, seja um bom amigo!

Amizade é facilmente confundida com coleguismo, pode vir embrulhada em nós, mas é apenas laço.

Sempre que escrevo aqui para você, penso e sinto você como O MEU MELHOR AMIGO, aquela pessoa que é companheira com quem compartilho ideias, sentimentos, palavras e ações.


Dessa maneira construímos verdadeiros laços – laços de amor incondicional.

Se, por um lado, o colega pode competir com você pela melhor nota, pela posição profissional, pelo melhor desempenho. É aquela pessoa que – a qualquer momento – pode sair do cenário da sua vida e não deixará edificação de relacionamento.

Por outro lado, o amigo é aquela pessoa que conquista você aos poucos e a recíproca é verdadeira, apresenta afinidade com você – em alguns aspectos, porque em outros, a discordância torna-se motivo para longas conversas que, muitas vezes, não levam a consenso. Mas, mesmo discordando respeitam-se e decidem que vale a pena construir o laço, a parceria.


Numa relação de amizade, existe AMOR, porque existe a presença da ajuda constante, da busca por evoluir e caminhar junto, apoiando, motivando, curando, aplaudindo, compartilhando a dor e aprendendo sempre junto a superar as dificuldades individuais e encontrar novas possibilidades de caminho, RESILIÊNCIA.

Muitas pessoas chegam em nossa vida com aparência de amigo, mas a aparência não é duradoura e com o tempo, desfigura-se e passa.

Outras pessoas passam por nossa vida como cometas e, quando  percebemos, já foram.


Os amigos desafiam o tempo e o espaço, eles não estão, SÃO.

Hoje as redes sociais reaproximam os perfis dos amigos que estavam distantes. Essa aproximação nos permite – mesmo que virtualmente – de estar presente em alguns momentos da vida dos amigos. Contudo, nada – absolutamente – nada se equipara à aproximação ao alcance das mãos, do abraço, da presença física, do olho no olho.

Eu sou uma pessoa do século passado, aquela que gosta de rir alto, de abraçar apertado até sentir o coração bater, de caminhar de braço dado, de longas conversas.

Sou aquela amiga que apoia, mas – quando se faz necessário – mesmo falando manso – falo aquilo que nem sempre o amigo quer ouvir, mas que precisa ouvir e escutar naquele momento.

Eu sou amiga dos meus amigos compartilhando a minha verdade – sob todos os aspectos e respeitando a verdade deles – a sua verdade igualmente.

Seja excelente amigo do seu amigo.

Compartilhe comigo os seus sentimentos sobre amizade, respondendo à seguinte  pergunta: como você é AMIGO dos seus amigos?

Abraços FRATERNOS da Melcina.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.