3min. de leitura

SEGUIR O MEDO É TRILHAR UM VELHO CAMINHO

Se este artigo chamou a tua atenção é porque existe uma parte de ti que sente que está a viver aquém do seu potencial. Basicamente isso acontece por uma simples razão – estás a seguir o medo ao invés do amor.


Seguir o medo é comprometer muito de nós mesmos, mesmo quando pensamos que o estamos a fazer pelo nosso bem maior.

Na realidade, seguir o medo é trilhar um velho caminho, já conhecido e que não leva aquilo que desejamos, senão aos mesmos resultados de descontentamento e insatisfação.

Quando estamos nas mãos do medo, fazemos escolhas com base naquilo que acreditamos que nos vai manter seguros.


O medo faz-nos encolher diante da adversidade, esconder quando precisamos ser vistos e manter as nossas bocas fechadas quando as nossas vozes precisam ser ouvidas.

O medo mantém-nos num impasse, produz mediocridade e isso garante-nos uma vida insatisfeita. É o principal obstáculo para materializarmos aquilo que queremos experienciar na nossa vida.

A boa notícia é que a maioria do medo é imaginário. A má notícia é que isso faz com que ele permaneça mais tempo connosco e provoque mais danos.


Uma forma de se caminhar em direção ao amor é fazer as questões certas. Questões que surgem a partir do medo mantêm-nos na prisão, perguntas que surgem a partir do amor dão-nos a liberdade.

Perguntar-nos «Onde posso encontrar mais segurança?» é medo; perguntar-nos «Como posso deixar a minha essência criar a minha vida?» é amor.

Perguntar-nos «Como posso evitar ser rejeitado?» é medo; perguntar-nos «Como posso ser mais eu?» é amor.

Perguntar-nos «O que posso fazer para que os outros gostem mais de mim?» é medo;

perguntar-nos «O que posso fazer para que eu goste mais de mim?» é amor.

Perguntar-nos «Como que posso sobreviver a mais um dia?» é medo; perguntar-nos

«Como posso ter um dia inspirador?» é amor.

Perguntar-nos «Como posso fazer com que o outro me dê aquilo que quero?» é medo;

Perguntar-nos «O que posso fazer hoje por mim mesmo?» é amor.

As questões que guiam a tua vida são baseadas no medo ou no amor?

A maioria das pessoas não gosta de questões, pois sabem o potencial que elas têm.

Quando mudas as tuas questões, redefines a tua vida.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.