Seguiu a vida carregando um amor na bagagem

3min. de leitura

Um dia, um senhor aparentando uns 60 anos começou a falar de uma namorada da adolescência, e não demorou muito, já estava com os olhos marejados.



Às vezes, eu me pergunto se existem casais que têm a dádiva de viver um amor que seja, ao mesmo tempo, intenso e saudável. Converso com muitas pessoas, nas mais variadas faixas etárias, é muito comum elas me falarem de um amor que marcou, mas não emplacou.

São pessoas que seguiram suas vidas carregando a seguinte interrogação: “Como seria a minha vida, se aquela pessoa estivesse aqui comigo?”

Um dia, um senhor aparentando uns 60 anos começou a falar de uma namorada da adolescência, e não demorou muito, já estava com os olhos marejados. Era um mecânico que estava arrumando o meu carro. Em seguida, a esposa dele entrou pelo portão com algumas sacolas nas mãos, vinha do mercado, com três netos deles. Ele me olhou com um misto de vergonha e culpa.


Eu conheço pessoas que se casaram, constituíram famílias, mas não possuem uma conexão verdadeira com o parceiro.

Existe respeito, companheirismo, responsabilidade, mas não existe brilho nos olhos de ambos. Não existe frio na barriga nem borboletas no estômago. Nunca existiu, nem no início do namoro.

Uma mulher me disse que enxerga o marido dela como um sócio para dividir as despesas. Ela disse que sente falta de se sentir viva como mulher.

Eu fico imaginando a magnitude da sorte de quem divide a vida com uma grande paixão. Quando falo disso, muitos me censuram: “Ah, Ivonete, esse negócio de paixão não leva a lugar nenhum.” Mas eu sou intensa, então, valorizo pra caramba esse negócio de sentir o coração saindo pela boca.


Eu não sei por que os amores intensos quase não prosperam. Uma pena.

Você prova, se embriaga, se arrebenta, e acaba se contentando com beijos com sabor de isopor de outra boca, com uma aliança brilhando no dedo e os olhos opacos.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Soroush Karimi/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.