Pesquisas

Segundo estudo, conexão entre cão e dono é muito parecida com a de mãe e filho!

segundo estudo conexao entre cao e dono e muito parecida com a de mae e filho

A força do vínculo com os nossos cães é realmente poderosa. Entenda mais sobre o estudo que explorou essa relação!



Mãe de cachorro também é mãe. Isso porque os cães, além de darem “trabalho” praticamente da mesma forma, seja em cuidados e gastos, também podem oferecer a mesma alegria e realização do que os filhos.

Esses animais nos amam de todo o coração, fazem parte da nossa história, e constroem conosco uma relação pura de reciprocidade, entrega e muito amor, e por isso é muito comum os considerarmos nossos filhos, muitas vezes optando por eles ao invés de crianças de fato.

Muitas pessoas podem achar que exagerado ou mesmo desnecessário enxergarmos os nossos cães como filhos ou tratá-los com a mesma dedicação, mas a verdade é o vínculo que compartilhamos com eles é muito similar ao que temos com as nossas crianças.


Isso foi confirmado por um estudo!

Segundo publicado pela ABC, a universidade japonesa Azabu realizou um estudo que comprovou que de fato existe um vínculo especial entre as pessoas e seus melhores amigos.

Esse vínculo é construído a partir de um processo hormonal ativado quando se olham, que funciona de maneira muito semelhante ao que se dá entre mãe e filho.

O olhar dispara tanto no cachorro quanto no seu dono os níveis de ocitocina no cérebro, hormônio relacionado a conduta paternal e maternal. A ocitocina atua também como neurotransmissor no cérebro e tem um papel importante no reconhecimento e estabelecimento de vínculos sociais, assim como na formação de relações de confiança.


Para realizar a pesquisa, os cientistas 30 cachorros para brincarem com seus donos em um quarto, e analisaram cada interação entre eles durante 30 minutos. Depois, mediram os níveis de ocitocina tanto na urina dos cães como na de seus donos, e descobriram que o contato visual constante entre eles elevava os níveis do hormônio nos cérebros de ambos.

Em um segundo experimento, os pesquisadores passaram ocitocina nos focinhos de alguns cachorros e os colocaram em um quarto com seus donos e alguns desconhecidos.

A resposta nos animais foi que eles passaram mais tempo olhando para seus donos, o que após meia hora, fez com que os níveis de ocitocina crescessem também nos donos.

Essa é uma comprovação científica daquilo que todos nós já sentimos quando estamos perto de nossos animais!


Compartilhe o texto com os amigos nas redes sociais!

O sucesso e a felicidade devem andam de mãos dadas!

Artigo Anterior

Abençoados sejam os amores distantes…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.