ColunistasRelacionamentos

Sem admiração, não tem solução!

Onde Foi Parar A Admiração? – Eles prometeram se amar, se respeitar, fazer um ao outro feliz, até o fim de suas vidas. Mas ao se olharem no espelho não vêem a vida ao fim, mas vêem olhares tristes, vêem pessoas tentando entender em que ponto a distância começou a fazer parte de suas vidas.



Sentam, discutem, entendem, afinal hoje são maduros e querem se conhecer de novo… até que indagam – Onde foi parar a admiração?

A admiração se perdeu na rotina, na convivência, na liberdade de falar o que se pensa, nas noites mal dormidas, nas ressacas, nos problemas no trabalho, nas diferenças de opinião na criação dos filhos, nos palpites dos familiares, nas mudanças de fase da lua…

E ai? Só precisam voltar a se admirar! Encontraram o problema, o que os incomoda e o que os distancia. Quem vai dar o primeiro passo? Par ou ímpar?


Só no par ou impar mesmo… pois com tanta distância , dar o primeiro passo é coisa para Neil Armstrong! É como tentar entrar em um gira-gira rodando em alta velocidade. É difícil, dá medo e pode machucar.

Se ele é rispido, como vai tratá-lo com carinho do início do namoro? Se ela não dá mais atenção para o que ele fala, como vai escutar as palavras de amor que ele tem agora a dizer?

Reverter a situação cabe a eles, cabe a eles também querer ou não dar este passo, cabe a eles querer ou não admirar novamente aquele a quem um dia juraram amor eterno.

Por Cintia Almeida… que apoia os primeiros passos contanto que as pernas ainda aguentem andar lado a lado


Um amor que voltou a se encontrar após 60 anos…

Artigo Anterior

O mundo em que você vive foi criado por você mesmo!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.