Comportamento

Douglas Silva negocia com Netflix após Globo não fechar contrato, apontam colegas

Foto: Reprodução
capa DG

Amigos próximos do artista afirmam que a negociação está em sigilo, por isso ainda não saíram informações oficiais sobre os trabalhos.

Com o encerramento do Big Brother Brasil 22, grande parte dos participantes de destaque podem receber ofertas de trabalho, e o público especula quem vai se dar melhor depois do reality show. Depois dos rumores de que Jade Picon faria parte do elenco de “Travessia”, fãs do ator Douglas Silva apontaram o cenário como “injusto”, principalmente por ele ter mais tempo de carreira e até já ter sido indicado a grandes prêmios da dramaturgia.

Mas o fato de ter sido o primeiro ator brasileiro a ser indicado ao Emmy Internacional, pela série “Cidade dos Homens”, e participado do filme “Cidade de Deus”, que foi indicado a quatro Oscars em 2004, não parece ter sido suficiente para ele firmar um contrato com a Rede Globo. Segundo informações do Notícias da TV, pessoas próximas a Douglas revelam que a gigante do streaming procurou os assessores do ator.

Como as negociações possuem um contrato de confidencialidade, praxe da Netflix, nem a empresa e nem os representantes do ator confirmam o contato. Além disso, outras informações são de que o ex-BBB também estaria com dois roteiros de filmes nas mãos, mas que ainda assim a emissora global preferiu apostar as fichas na influenciadora digital.

DG já teve uma experiência com a Netflix quando estrelou a comédia “Samantha!” (2018-2019), junto com Emanuelle Araújo. Muito em breve, o ator deve anunciar seus próximos projetos nas redes sociais, deixando o público a par de suas negociações e onde deve ir para acompanhar suas atuações.

2 Douglas Silva negocia com Netflix após Globo não fechar contrato apontam colegas

Direitos autorais: Reprodução Instagram/ @douglassilva

Polêmica da contratação de Jade Picon

Os boatos de que a influenciadora faria parte do time de atores da próxima novela das 21h, “Travessia”, de Glória Perez, movimentaram as redes sociais na semana passada. O público se dividiu entre os fãs que apoiam as investidas da famosa em âmbitos artísticos, e aqueles que defendem que apenas atores com registro deveriam fazer parte de projetos assim.

A ideia de contratar Jade supostamente teria partido da direção de Dramaturgia da emissora, sendo bem aceita por Mauro Mendonça Filho. Entre os defensores da influenciadora no novo folhetim, muitos declararam que Mauro foi o responsável por lançar Camila Queiroz como protagonista em 2015, com “Verdades Secretas”.

Em uma entrevista à Vogue, Picon informou que sempre teve o sonho de se tornar atriz, e que tinha planos de se aprofundar muito nos estudos para que pudesse assumir essa posição de maneira efetiva. Poucas semanas depois, os boatos acabaram tomando conta da mídia, fazendo com que até o presidente do Sindicato dos Artistas do Rio de Janeiro (SATEDRJ), Hugo Gross, se pronunciasse sobre o assunto.

3 Douglas Silva negocia com Netflix após Globo não fechar contrato apontam colegas

Direitos autorais: Reprodução Instagram/ @jadepicon

Dentre as principais críticas do ator, a questão de Jade não ter experiência e nem estudo na área deveriam ser fatores decisivos no declínio da escolha; além disso, ele afirmou que os artistas têm passado por um período de dificuldades no Brasil, fazendo com que se tornasse ainda mais importante passar o papel para um profissional da área.

Para Hugo, emissoras e companhias de teatro estariam, com frequência, apostando na contratação de influenciadores digitais, para que o número de seguidores influencie no sucesso do produto. Ele também defende que os atores e atrizes tenham o registro profissional, coisa que Jade não possui.

O burburinho se estendeu pelas redes, e muitos profissionais da classe artística se manifestaram, mostrando apoio a DG, e reforçando que ele sim era ator, e que era ele quem deveria ser contratado para esse e outros trabalhos da emissora. Outros famosos defenderam Jade, e disseram que qualquer um tem o direito de começar de algum lugar.

0 %