Comportamento

Sem eletricidade, gás ou água, eremita viveu 40 anos em uma cabana na floresta

3 capa site Sem eletricidade gas ou agua Eremita viveu por 40 anos em uma cabana na floresta

Hoje, aos 74 anos, Ken Smith revela em um documentário da BBC que vive sem eletricidade ou água corrente em uma cabana de madeira feita pelas próprias mãos.



Quantas vezes você já sentiu vontade de jogar tudo para o alto e fugir para algum lugar deserto, longe de toda a rotina urbana massacrante? Provavelmente não é a única pessoa deste mundo que já teve esse sentimento. A necessidade de cumprir prazos e horários chega a um limite que faz com que coloquemos em xeque tudo aquilo que construímos ao longo dos anos.

Para Ken Smith, de 74 anos, essa revelação aconteceu logo depois de passar por uma situação que mudaria sua vida para sempre. Aos 26 anos, ele foi espancado por um grupo de bandidos depois de uma noitada. A agressão foi tão grave, que ele teve hemorragia cerebral e ficou inconsciente por 23 dias e, de acordo com reportagem da BBC, os médicos disseram que nunca mais se recuperaria.

Ken nasceu em Derbyshire, na Inglaterra, e começou a trabalhar aos 15 anos, construindo o corpo de bombeiros do seu condado. A desilusão com o estilo de vida na cidade fez com que, depois do incidente, ele decidisse que nunca mais viveria nos termos de outra pessoa. A equipe médica disse que ele nunca mais voltaria a andar, mas com o passar das semanas, ele foi recuperando a mobilidade.


Nessa época, as viagens começaram a despertar seu interesse pela natureza. Quando chegou a Yukon, território canadense que faz fronteira com o Alasca, perguntou-se o que aconteceria se simplesmente decidisse sair da estrada, indo a “lugar nenhum”. Desde então, foram mais de 35 mil quilômetros caminhados até que voltasse para casa.

Seus pais faleceram enquanto estava fora.

Quem descobriu a história de Ken Smith foi a cineasta Lizzie McKenzie, há nove anos, e decidiu registrar sua vida para um documentário da BBC Escócia, chamado “The Hermit of Treig”. Foram quase 40 anos fugindo das formas convencionais de existência em uma cabana de madeira, construída pelas próprias mãos, sem eletricidade ou água corrente, onde o alimento ou é cultivado ou colhido por ele mesmo.

3 2 Sem eletricidade gas ou agua Eremita viveu por 40 anos em uma cabana na floresta

Direitos autorais: Reprodução/ arquivo pessoal.


Smith defende que tem uma boa vida e que todas as pessoas querem ser capazes de fazer isso, mas que poucas o conseguem. Mas, provavelmente, nem todo mundo gostaria de levar uma vida solitária, pescando, coletando alimentos e juntando lenha aos 74 anos. O eremita mora às margens de um lago remoto nas Terras Altas da Escócia, a duas horas de caminhada da estrada mais próxima.

Antes da construção de uma barragem na região, Smith conta que as pessoas habitavam o lugar e que as ruínas contam um pouco dessa história. Atualmente, o único morador da região é ele. Mas para chegar a esse limite entre viajar e viver em meio à natureza, foi preciso um pouco mais de coragem, e ele explica que aconteceu logo depois que voltou para casa e se deu conta de que tinha perdido os pais.

Naquele momento, ele diz que não chegou a sentir nada, demorou um pouco até que conseguisse perceber o que de fato tinha acontecido. Ele voltou a viajar, já tinha passado por toda a extensão da Grã-Bretanha e estava em Rannoch, nas Terras Altas da Escócia, quando pensou em seus pais e começou a chorar incontrolavelmente. Foi quando pensou em qual seria o local mais isolado que ele conseguiria achar para morar, e percorreu baías, montes e cumes atrás de lugares onde não havia nenhum rastro de existência humana.

Quando encontrou o local onde vive hoje, Smith revela que foi o momento em que conseguiu parar de chorar. Eram centenas e centenas de quilômetros de nada, ele sabia que era ali que deveria se instalar. O primeiro passo foi construir sua cabana, que ele começou com pequenas toras de madeira, até pegar o jeito e desenvolver o lugar onde vive hoje.


3 3 Sem eletricidade gas ou agua Eremita viveu por 40 anos em uma cabana na floresta

Direitos autorais: Reprodução/ Uruna Productions.

Mas nem tudo são rosas. Lizzie McKenzie, a cineasta que decidiu contar a história de Ken Smith, fez as filmagens durante vários meses, e cerca de dez dias depois que deixou a cabana, em fevereiro de 2019, soube que ele sofreu um derrame quando estava do lado de fora, na neve. Foi quando os perigos de morar distante de todos vieram à tona, por sorte ele tinha ganhado um GPS alguns dias antes, e conseguiu ativar um pedido de socorro enviando automaticamente a um centro em Houston, no Texas.

A guarda costeira do Reino Unido foi avisada e Ken foi encontrado, logo em seguida o levaram para o hospital em Fort William, onde ficou sete semanas em recuperação.
Sabendo do estilo de vida do senhor, a equipe médica fez o que conseguiu para que ele tivesse independência novamente, e até pediu que ele voltasse à civilização, mas ele não aceitou.


3 4 Sem eletricidade gas ou agua Eremita viveu por 40 anos em uma cabana na floresta

Direitos autorais: Reprodução/ Uruna Productions.

Um ano depois do seu derrame, Ken precisou ser levado novamente ao hospital, desta vez sofreu um acidente com uma pilha de toras que quase o esmagou. O caçador-chefe da região, que auxilia no cuidado da floresta onde o eremita mora, leva comida para ele a cada duas semanas.

O idoso solitário afirma que as pessoas hoje em dia têm sido muito boas, mas que, mesmo assim, não se preocupa com o futuro e espera chegar aos 102 anos.


Idosa convidou por engano um jovem para celebrar a Ação de Graças e agora eles se reúnem todo ano!

Artigo Anterior

Homem decepcionado com os filhos deixa metade da sua propriedade para seu cachorro

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.