A grande fonte de nosso sofrimento humano reside nas expectativas monstruosas que tecemos sobre as pessoas, coisas e situações.



Esperamos demais, e por esperar demais, tudo o que recebemos é de menos.

Há alguns anos ouvi, de um antigo chefe: “o ótimo é inimigo do bom.”

Quantas vezes, de olho no que é grande, não percebemos o que tem exatamente…


O nosso tamanho?

Será que precisamos tanto de tanto assim?

Aceite a idéia de que o outro dá o que pode, assim como você dá o que pode.

“Mas eu dou tão além do que sinto que posso, porque o outro não age da mesma forma?”,


você pode dizer.

Você dá o que sente que  poder dar, e se está dando além,

a escolha e responsabilidade é sua.

desapego-pelo-apego-144831-1


Não dá para esperar que o outro aja como você age.

Cada um escolhe criar seu próprio mundo do modo como o enxerga, que nunca vai ser a mesma forma como você o faz.

Ninguém vai saber exatamente o que você sente. Ou pensa. Ou vive.

Ou enfrenta todos os dias. Ninguém vai saber das suas reais motivações – da abiguidade dos seus sentimentos.


Aceite a idéia de que, em alguns momentos da vida, ninguém vai te entender ou acolher como você gostaria.

Assim como ninguém vai colher as suas bençãos, quando a tempestade passar…

e a calmaria voltar ao seu coração.


Flavia Melissa – Bioenergia, Saúde e Desenvolvimento Pessoal

Torne-se um lago

Artigo Anterior

10 coisas que só as pessoas que dormem tarde irão entender

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.