Animais

Sem pensar duas vezes, homem pula no mar para salvar cão que se afogava. Agiu como um herói!

O marinheiro de convés, ao perceber a situação, jogou-se imediatamente no mar para tentar resgatar o cãozinho.



Até onde você iria por seu bichinho de estimação? E por um animal desconhecido? O resgate, salvamento e proteção animal são coisas que dependem inteiramente das pessoas. Se os pets se encontram em situação vulnerável, é porque algum indivíduo colaborou para que ele estivesse ali, alguém fechou os olhos para o seu sofrimento, de forma direta ou indireta.

Mas existem pessoas que fariam tudo pelos animais, dariam a própria vida, se precisasse, justamente porque sabem que toda vida tem o mesmo valor, mesmo que não seja a humana. Enxergar os animais como nossos iguais é um caminho sem volta, em que apenas o amor e a compaixão importam. Os animais precisam ser vistos com os olhos da alma, precisamos nos livrar do preconceito, limpar a cabeça da ideia de que eles não são dignos de carinho e cuidados.

Saber que os bichos existem, são reais, que suas vontades importam e que eles não podem – nem devem – ser tratados como objetos.


Alguns cuidadores de animais acreditam que podem fazer com eles o que bem entenderem, já que eles não falam nossa língua e não conhecem nossas regras e leis. Para quem um animal indefeso vai pedir ajuda?

Por isso, é obrigação de todo ser humano proteger e defender os animais, mesmo os desconhecidos ou os de rua. Sabemos que nossas rotinas excruciantes fazem com que, muitas vezes, nem sequer tenhamos tempo para olhar para o lado, mas o mínimo que fizermos já será sentido pelos bichos.

Você pode alimentar animais nos fins de semana, pode se juntar com seus vizinhos e pagar a castração daquele bichinho que fica rondando em seu bairro ou mesmo entrar em contato com uma organização que cuida de animais e ajudar financeiramente ou com mão de obra.


No litoral de São Paulo, um homem provou que reconhece os animais como vidas que importam, sabe a relevância de cada um e nem sequer pensou antes de se lançar no mar para resgatar um cão que estava se afogando. O marinheiro de convés, Marcelo Germano, que trabalha no sistema de Travessia São Sebastião/Ilhabela, foi aplaudido por todos na balsa assim que tomou a atitude de resgatar o animal.

Direitos autorais: reprodução Twitter/@governosp.

A travessia, no litoral norte de São Paulo, é feita por balsa, e as pessoas podem entrar tanto de carro quanto a pé, por isso Germano tinha plateia quando tudo aconteceu. Assim que o homem avistou o cachorro nadando no mar, vestiu o colete salva-vidas e se jogou na água para resgatá-lo, como explica reportagem do UOL.


Germano, felizmente, conseguiu abraçar o cãozinho e salvá-lo, recebendo aplausos imediatamente.

Os passageiros da balsa registraram o momento em que tudo aconteceu, e o vídeo foi publicado na página oficial do governo de São Paulo no Twitter, que chamou o ato de “heroísmo”.

Quando já estava em segurança, o cachorrinho fez questão de agradecer ao seu salvador, e voltou para dar uma lambida no homem. Muitos chamaram de um “beijo de agradecimento”.


Assista ao vídeo desse momento:

Que coisa mais linda!


Comente abaixo e compartilhe esta atitude heroica nas suas redes sociais!

Gêmeas recebem R$130 milhões em bolsas de estudo e mais de 200 propostas de faculdades. Dedicadas!

Artigo Anterior

Caio Castro e Rafa Kalimann são acusados de homofobia por fãs por apoio a pastor

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.