Pessoas inspiradoras

Supermercado presenteia com 1 ano de compras grátis senhora que se emocionou agradecendo preços baixos

Foto: Reprodução
senhora que chorou

Depois de um depoimento para publicar nas redes sociais do supermercado, dona Luzia acabou sendo surpreendida pela surpresa do proprietário do local.

A alta generalizada dos preços no Brasil afeta de maneira grave famílias das classes baixa e média, acabando com o poder de compra dos salários. Sem conseguir negociar com o patrão um aumento que diminua esse impacto, muitos trabalhadores têm assistido com as mãos atadas a redução do poder aquisitivo e a mudança do estilo de vida.

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a inflação encerrou 2021 em 10,06%, o índice para os grupos de renda média e baixa ficou em 10,4% e 10,26%, respectivamente. Além do aumento excessivo do preço dos alimentos, o valor da energia elétrica e dos combustíveis passaram a impactar, e muito, a inflação. A conta de luz ultrapassou uma alta de 21%, a gasolina subiu 47,49% e o etanol 62,23%, de acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As pessoas mais pobres e de classe média são as que mais sentem essa alta nos preços, e veem a realidade familiar precisar ser adaptada. Para dona Luzia conseguir comprar os alimentos do mês, foi preciso que o dono do supermercado Jucy intervisse. De acordo com depoimento que deu no Instagram do estabelecimento, ganhando apenas um salário mínimo se tornou inviável arcar com todas as contas do mês, mas José do Brasil, gestor da rede de supermercados.

O caso aconteceu em Marataízes e Piúma, no Espírito Santo, e o depoimento gravado pela equipe de marketing do supermercado acabou chamando a atenção nas redes sociais. “Tem uns 26 anos [que eu compro nesse supermercado], por aí…Ele [o proprietário] tinha um ‘armazenzinho’ do outro lado. Eu gosto mais é do Jucy, que ele lembra da gente. É bom a gente gostar de quem lembra da gente, porque a gente é pobre…Não tem condição de comprar no preço que tá a verdura”, disse a senhora no vídeo.

imagem 1 1

Direitos autorais: Reprodução/Instagram

No fim das filmagens, é possível perceber que dona Luzia estava completamente emocionada com o depoimento, explicando que há quase três décadas comprava no mesmo local, porque gostava da forma como o dono tratava os clientes, em especial aqueles que não possuem dinheiro para arcar com a compra dos alimentos. A forma como ele zelava pelos mais humildes, ou abaixando o preço ou simplesmente oferecendo alguns produtos de graça, sempre fez com que ela se sentisse querida.

Em poucos dias, o vídeo acumulou mais de 30 milhões de visualizações nas redes sociais, sendo que ele foi replicado em várias outras páginas. Dona Luzia explica nas imagens que o dono do estabelecimento é capaz de fazer “das tripas coração” para conseguir que todas as pessoas comprem aquilo que precisam. Ela ainda ressalta que, ganhando um salário mínimo, sente muitas dificuldades em conseguir pagar os preços exorbitantes, mas que as pessoas que nem isso recebem sentem muito mais esse aperto.

imagem 3

Direitos autorais: Reprodução/Instagram

Logo depois do sincero e emocionado relato, que viralizou nas redes sociais, ela foi convidada para ir ao escritório de José do Brasil, que queria agradecê-la pelo imenso carinho que demonstrava com frequência. Se sentindo imensamente grato pelas palavras de dona Luzia, ele fez questão de oferecer aquilo que estava dentro de suas possibilidades.

Recepcionada com um abraço caloroso, eles conversaram um pouco e o gerente perguntou se ela tinha feito as compras que precisava. Dona Luzia disse que tinha enchido dois carrinhos de compras, e que tinha comido coisas que há 20 anos não tinha mais contato. José se sentiu ainda mais tocado, e ofereceu uma compra semanal para a idosa durante um ano.

imagem 4

Direitos autorais: Reprodução/Instagram

Esse vídeo também foi compartilhado nas redes sociais do supermercado, que mais uma vez deu o que falar. Muitos internautas parabenizaram a ação do estabelecimento, que ajudou uma pessoa que estava passando necessidades, e que sentia tanto orgulho em ir sempre ao mesmo local, depois de tantos anos.

Confira abaixo o vídeo:

0 %