3min. de leitura

Ser bondoso: eis um bom desafio!

Prezados, este é um bom tema para refletirmos profundamente, porque sabemos por observação que ninguém nasce mau. Se observarmos as crianças em sua pureza angelical, constataremos esta verdade que reflete a bondade divina na criação dos seres.


A semente da bondade divina já vem plantada nos corações dos seres, desde o amanhecer da humanidade.

É a partir da infância, no caminhar para a fase adulta que a maldade pode e geralmente adquire força para suplantar a semente da bondade, como erva daninha que, sugando as forças da árvore, a sufoca.

Então, já em idade adulta, como não podemos modificar esta trajetória da infância à fase madura, como então poderemos restaurar essa semente de bondade plantada em nossos corações desde o sopro primordial da vida?

Esse é um trabalho a ser realizado com a criança interior presente em todos nós, sem exceção.


Fazer com que esta criança pura e bondosa, que habita dentro desta casca adulta, ressurja em nós para semear a fraternidade onde quer que estejamos.

Trabalhar com nossa criança interior, fará com que nos esforcemos em sermos bons indistintamente com as pessoas boas e também com as consideradas más ou ruins.

Todos nós podemos vencer este desafio e se assim o fizermos, estaremos nos direcionando para mais um passo em nossa ascensão espiritual, nossa evolução que é o motivo principal que justifica a nossa jornada terrestre.

É preciso que lembremos de quem nós éramos quando crianças, refiro-me à nossa essência, sem preconceitos, sem julgamentos, sem discriminações. Pois brincávamos todos juntos, não importava de quem nós éramos filhos ou irmãos, ou as religiões e crenças dos nossos pais.


As crianças ainda hoje são assim, elas apenas sentem a alegria uns dos outros e as multiplicam em suas brincadeiras inocentes.

É disso que se trata aqui, da inocência, da pureza, da espontaneidade infantil que só nossa criança interior pode nos proporcionar.

Como disse no título deste artigo: “Ser bondoso, eis um bom desafio”.

A proposta está lançada aos que buscam a paz, a harmonia, a alegria e o bem-estar inocente, que podemos desfrutar neste breve tempo neste planeta.

Sejam felizes resgatando suas crianças interiores com toda a alegria que só elas podem proporcionar aos seus corações maduros.


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere.com / 766370





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.