Ser emocionalmente forte faz diferença!



Escuto diariamente que o desejo de muitas pessoas é ser emocionalmente forte. Talvez seja o seu também!

Já foi meu desejo e por isso estudei muito para conseguir alcançá-lo! Ainda persisto em aprimorar tal desejo a cada dia, para melhorar minha vida e a de milhares que me seguem, fazem meus cursos, são meus pacientes.

Mas, o que é força emocional?

Você sabe qual sua força emocional? Como ela se manifestou ao longo de sua vida? 

Pare um pouco e pense em sua vida até aqui. Pense, agora, nas superações que você teve. Pense nas conquistas. Pense em tudo o que queria e conseguiu, desde fazer um pavê, arrumar o motor do carro, ganhar um brinquedo…

Tudo o que o levou a conseguir algo tem a ver com sua força emocional.

Pessoas emocionalmente fortes podem ser assim desde sempre ou desenvolver essa condição.

Escute esta história cativante, que inspira e motiva. É real, e o protagonista, hoje com 83 anos, não só realizou o sonho de criança, mas ultrapassou as suas expectativas.

A clareza do que quero é fundamental, desde sempre…


Esse exemplo é de uma pessoa que sempre foi emocionalmente forte. Que desde criança teve clareza do que queria, do seu sonho, e não se deixou abalar pelos “ladrões de sonhos” que estão sempre por aí.


E você? Conhece algum “ladrão de sonho”? Já teve algum em sua vida?

Normalmente, dizem assim: “Isso não vai dar certo! É muito arriscado isso que quer! Depois vai dar muito trabalho. Você pode quebrar a cara…”

Normalmente são pessoas boas, fazem parte do seu meio, do seu círculo familiar, porém possuem crenças limitantes. Elas possuem cérebros mais negativos, direcionados pelas emoções negativas como medo, ansiedade, preocupação.


Para tornar-se uma pessoa forte emocionalmente, você precisa:

  1. Saber dizer “não” e colocar limites saudáveis nas outras pessoas, nas relações.
  2. Manter a positividade, afastando-se do papel de vítima, de fazer reclamações, do papel de Juiz. DOR EMOCIONAL todos temos em algum momento da vida. Como encaramos e superamos essa dor é o que marca a diferença entre uma pessoa emocionalmente forte e uma que não é.
  3. Adotar a postura de “eterno aprendiz”, de querer melhorar algo todos os dias. Fazendo nosso melhor, crescemos como seres humanos e contribuímos para um mundo mais consciente.
  4. Exercitar as emoções positivas como empatia, gentileza, amor, compaixão, otimismo, cultivando em seu cérebro e no das pessoas ao seu redor, um jardim cheio de flores. Ao não cultivar medo, reclamação, raiva, negativismo… impedimos que ervas daninhas tomem conta desse jardim.
  5. Viver plenamente o presente. O passado vem normalmente carregado de culpas, e o futuro traz a ansiedade, a preocupação. O importante é tomar o passado para análise e para planejar melhor o futuro.
  6. Estar completamente aberto(a) às mudanças, pois essas estão cada vez mais intensas e rápidas. Nossa capacidade de resiliência e de adaptação é fundamental.

Agora, temos um material para começar a praticar, praticar, praticar…


Direitos autorais da imagem de capa: wall.alphacoders






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.