Ser sensível hoje em dia é uma das tarefas mais desafiadoras que existem!

Os sensíveis hão de concordar comigo: ser sensível hoje em dia é uma das tarefas mais desafiadoras que existem!

Se você se identifica como um, muito provavelmente você vê um animal na rua e sente o coração apertado. Você vê um ser humano em uma situação de injustiça e é tomado por um sentimento de desesperança. Você ouve uma história emocionante e sente os olhos lacrimejarem. Você pode ter vontade de salvar o mundo inteiro.

Eu sou uma dessas pessoas. E por experiência própria, sei que ser sensível tem seus prós e contras.

De positivo, tem o fato de que temos uma habilidade incrível de compreender os outros. Temos capacidade natural para sermos empáticos, acolhedores, pacifistas e queridos.

Somos ótimos ouvintes. É muito fácil para um sensível entender que as pessoas são diferentes, sentem e pensam diferente. Temos habilidade para sermos ótimos terapeutas, artistas, escritores, profissionais da saúde, e engajados em causas sociais.

O lado obscuro é que pessoas sensíveis têm uma forte inclinação para mergulharem profundamente em sentimentos, podendo facilmente cair em depressão.

Além disso, podem se sentir incompreendidas, cansadas, frustradas com o mundo, e até mesmo, injustiçadas. “O mundo não me entende.”

Toda a incrível capacidade de um sensível de ser compreensivo, empático e acolhedor pode acabar se transformando em ódio, amargura e desejo de destruição, quando se depara com o lado mais sombrio e inferior da humanidade.

Um sensível que se sentiu de alguma forma ameaçado e não soube lidar com isso, pode criar uma armadura de insensibilidade, aprendendo a atacar antes de ser atacado. Ainda, pode se isolar, projetando toda sua revolta e insatisfação contra si mesmo, chegando à autodestruição.

Se você se identifica com essas características, saiba que você tem muitos desafios pela frente.

Algumas dicas são válidas neste momento, e é essencial que você aprenda como incorporá-las em seu dia a dia:

– Busque sempre forças em si mesmo, no seu poder pessoal e nas coisas que acredita;
– Não se envolva com noticiário e tragédias;
– Aproxime-se de pessoas que o compreendam;
– Não acredite quando lhe dizem que você sofre por bobagem;
– Busque sempre como você pode colocar sua sensibilidade a favor do mundo;
– Use e abuse de recursos terapêuticos para se expressar: música, poesia, desenho, pintura, argila, etc;
– Busque sempre contato com a natureza;

– Esteja sempre próximo de sua espiritualidade;
– Não se maltrate achando que precisa aguentar tudo sozinho e que isso significa ser forte. Se necessário, busque ajuda!!

Por fim, se você aprender a aceitar e usar toda esta sensibilidade a seu favor e a favor do mundo também, você tem chance de se tornar uma pessoa de imenso poder pessoal!

Você veio com estas características para fazer a diferença no mundo: acredite, são habilidades incríveis. Você só precisa aprender a usar o poder com sabedoria. Vale a pena!

____________

Direitos autorais da imagem de capa:  anmar279 / 123RF Imagens



Deixe seu comentário