Será que um dia o amor vai dar certo para mim? Acredite: ele vai, SIM!

Não é por que 1, 2, 3, ou mais de 4 relacionamentos não deram certo, que você não nasceu para o amor, ou que os homens não prestam, ou que você tem dedo podre, que todos estão em um relacionamento feliz e você não.

E você se pergunta o que eu tenho de errado?  Será que não sou bonita o suficiente? Será que não sou boa o suficiente? Será que um dia o amor vai dar certo para mim?

O que acontece é que enquanto não tirarmos a lição de cada relação, vamos sempre repetir a situação. É como se fosse o mesmo jogo, só as peças que mudam.

Mas você insiste em jogar o jogo sempre do mesmo jeito com a mesma estratégia. Tenha certeza: o resultado será sempre o mesmo.

Enquanto você não cuidar de si, olhar verdadeiramente para você, as situações vão se repetir, e você criará, inconscientemente, circunstâncias para essas crenças se reforçarem (a crença de que você tem dedo pobre e de que todos os homens não prestam, e que você não nasceu para viver um lindo amor).

Vamos lá, na primeira decepção amorosa criamos a crença; na segunda decepção, crença fortalecida; terceira situação, reforço da crença, e daí por diante a situação se repete e você se pergunta: O que há de errado comigo?

E a gente põe a culpa em Deus, mãe, pai, sociedade, os homens, menos em nós mesmos.

Mas você vai me dizer: Eu fiz tudo certo, eu me dediquei, amei, fiz mais do que eu podia fazer, entreguei minha vida a ele (a), fazia tudo que ele (a) pedia.

E será que se você continuar com os mesmos comportamentos, em todas as relações, você terá um resultado diferente? Observe-se, ouça-se, sinta-se, escute seu coração.

E se você continuar agindo da mesma maneira, será realmente que o amor vai dar certo em um próximo relacionamento?

Tenho certeza de que não.

O que eu desejo é um amor limpo puro, verdadeiro, de troca, ouvir, e ser ouvido (a) respeitar e ser respeitado (a), admirar e ser admirado (a), amar e ser amado (a)!

Mas para isso acontecer você tem quer ter clareza. Clareza dos seus erros, clareza dos seus acertos, olhar para dentro de si, verdadeiramente, sem medo de se encarar, olhar para o seu lado mais escuro e trazer luz para ele, trazer clareza ao seu coração estar aberto (a) para receber “críticas” e não se chatear, pois você só vai se chatear se aquilo for verdade em você.

E se essa verdade que falam conduzi-lo (a) à chave para viver melhor consigo mesmo (a) e com as pessoas a sua volta?

Eu sei que há pessoas que falam algumas coisas para ferir, magoar não com intuito de sermos melhor, mas há pessoas que falam com boa intenção, apesar de doer, afinal, ninguém gosta de ter seu lado “ruim” apontado por ninguém!

Mas, um conselho: receba os feedbacks, tanto os positivos, quando os negativos e filtre-os.

Tenha certeza: se aquilo não for seu, e sim do Ego da pessoa, você vai saber e não pegará para si!

Ame-se, seja uma boa pessoa, seja boa companhia para si mesmo, conheça-se, saiba os seus limites e não tenha medo de dizer:  Até aqui, você pode passar; a partir daqui você me machuca.

Tentem não julgar a pessoa, julgue a atitude dela. Nem todo ex-namorado é a pior pessoa do mundo porque não correspondeu à sua expectativa, porque foi sacana, porque o decepcionou, fez coisas que você não imaginava. Ele, simplesmente, não era para ser, mas tenha certeza de que toda a relação que você vive, está vivendo ou já viveu, seja ela boa ou não tão boa, seja ela que o fez sentir dor, aquela dor que dói a alma, ou aquela que o fez feliz, ela foi importante para o seu crescimento, por mais que tenha chegado ao fim, era a relação pela qual você precisa passar no momento para tirar o aprendizado para essas situações não se repetirem, e até para você ter clareza do tipo de relação que você quer daqui pra frente.

Uma dica é em não alimentar o rancor, o ódio, o vitimismo diante de uma decepção amorosa.

Viva o luto da decepção, do fim, só não fique nele. Coloque dia para ele ter um fim.

Eleve o seu coração, pergunte-se: qual a lição que tenho que tirar deste momento? Qual o aprendizado para minha vida?

As respostas virão, se você não estiver cego (a) pelo ódio, pela dor.

Mais uma vez, eleve-se. Você nasceu para o AMOR, mas antes dele chegar, existe uma preparação linda dentro de você para acontecer. Perfeição não existe, há homens maravilhosos em busca de mulheres maravilhosas, existem homens amorosos em busca de mulheres maravilhosas. (E vice-versa)

Mas se a sua comunicação consigo mesmo (a) for ruim com pensamentos do tipo – não nasci para o amor, homem não presta, (mulher não presta) não sou bom (a) o suficiente, você vai atrair esse tipo de relacionamento, sim, e como falei lá em cima: a crença só vai se confirmar!

Tenha clareza do tipo de relação que você quer ter, e no primeiro sinal você vai dizer “não”,  sem medo. Não romantize migalhas de amor, pois o universo vai lhe dar o que você pedir.

E virão algumas provações para testar se você está mesmo focado (a) no seu objetivo! Não tenha medo de dizer NÃO.

Mas vou ficar sozinho (a)? Não vai, pois quando você amar a si, conhecer a si, tratar com carinho a si mesmo (a), você nunca mais vai se sentir só!

Cresci ouvindo um ditado: “Ruim com ele, pior sem ele.” Nunca me conformei com isso, e peço para você não se conformar também.

Você nasceu para viver o amor lindo e puro, mas vai passar por algumas situações até ter a clareza dele para você!

Se ele já chegou para você, vibre, celebre muito! É tão bom amar!

Se ele ainda não chegou, calma! Ele virá, com a mesma certeza de que o sol nasce e se põe todo dia. Você nasceu para o amor! Ele vai chegar e você vai reconhecê-lo!

Mas antes dele vir, terá que passar por algumas situações para se fortalecer. Não esqueça: seja você o amor da sua vida! Seja luz e amor por onde você for!

____________

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: thelivephotos / 123RF Imagens



Deixe seu comentário