Reflexão

Seus filhos não são seus filhos. Kahlil Gibran estava certo

capaSeus filhos nao sao seus filhos Kahlil Gibran estava certo
Comente!

Devemos criar os filhos para o mundo e não para nós mesmos.

Os seres humanos foram criados para se reproduzir, segundo a bíblia, o nosso propósito na terra é procriar para deixarmos um legado no mundo quando chegar a hora da partida. Ser pai ou mãe é um ato de coragem, você precisa tirar todos os seus aprendizados e depositar em uma nova vida.

Os filhos são nossos frutos, nossa esperança e nossa devoção, mas eles devem ser criados para viver sozinhos; ser pai é viver com o constante medo de estar errando em algum ensinamento, atitude ou no modo de falar, pois os pais são as únicas referências dos filhos.

É cansativo fazer com que as pessoas gostem do seu jeito, tentar se encaixar nas exigências de um filho também não é uma tarefa fácil, cada um tem maneira própria de demonstrar amor e afeto e, mesmo você não sendo perfeito, continua sendo o responsável por ele estar presente aqui na Terra.

Mas se engana quem pensa que a criança cresce de acordo com os anseios do pai. Toda criança nasce predestinada ao seu futuro, os pais podem até tentar interferir e mudar algumas coisas aqui e ali, mas o filho sempre vai saber o seu verdadeiro desejo. Sempre há aquele pai que deseja que o filho se torne um grande médico ou siga a profissão dos seus sonhos, mas quem decide todos os seus passos é ele mesmo.

Os pais têm a obrigação moral de preparar o filho para o mundo, e sempre estar disponíveis para ser seu porto seguro. Os filhos precisam aprender na experiência e não na teoria sobre os valores da vida, eles seguem os próprios fluxos, muitas vezes, fazem escolhas erradas e arcam com as consequências, mas somente assim eles conseguem aprender e fazer novas escolhas, desta vez, buscando somente o êxito.

Os filhos também devem conseguir as próprias vitórias e não se pendurar nas conquistas de quem veio antes, enquanto os pais devem estar à disposição e deixar que suas crianças façam as próprias escolhas tanto na vida pessoal quanto na vida profissional.

Dói quando eles precisam criar asas, uma dor arrebatadora invade o peito, como se você estivesse perdendo a chance de cuidar deles e protegê-los, mas é o ciclo da vida. Eles precisam desbravar o mundo cheio de oportunidades que os esperam. Você, pai, mãe, fez a sua parte, preparou-os o mais que puderam, educaram-nos como lhes foi possível.

O mundo é crítico, as pessoas costumam julgar seu modo de criação e culpá-lo por escolhas erradas tomadas pelos descendentes, ou seja, quando algo de ruim acontece com o filho, é costume da sociedade culpar os pais, atribuindo a eles má criação ou algo do tipo, esquecendo-se de que filhos não vêm com manual de instrução, os pais aprendem a melhor maneira de criá-los no dia a dia, ouvindo ensinamentos dos mais velhos e seguindo seus instintos.

Pais, fiquem tranquilos, tirem o peso das costas e vivam a vida, vocês conseguiram realizar uma das tarefas consideradas mais difíceis pelo homem: educar e ensinar um filho. Sejam gratos pela chance de olhar nos olhos de uma pessoa e saber que ela vai levar uma parte de vocês aonde for e por ela ter um lar para onde voltar, caso seus objetivos não sejam atingidos, essa é a melhor sensação que vocês podem proporcionar a um filho.

Empatia e carinho valem mais que todo o dinheiro do mundo. Aproveitem enquanto é tempo, os filhos não são eternos, como os pais também não o são. Amem hoje, não apenas usem a palavra amor, mas demonstrem esse sentimento único e lindo que sempre prevalece no final.

Comente!

VÍDEO: pedestre cai em bueiro sem tampa enquanto mexia em celular

Artigo Anterior

6 filmes maravilhosos na Netflix para ver com toda a família

Próximo artigo