O SegredoPais e Filhos

Seus filhos não são seus filhos, são filhos e filhas da vida!

Muitos pais acreditam que seus filhos lhe pertencem, que são sua propriedade, e os superprotegem a ponto de impedir o seu desenvolvimento para que sejam eles mesmos.



Não superproteja seus filhos. Ajude-os a se desenvolverem para enfrentarem os desafios da vida. Permita que resolvam seus problemas, que tomem suas decisões e aprendam com os seus próprios erros e acertos.

Os pais geralmente querem mostrar aos filhos o melhor caminho a seguir, se esforçam para ajudá-los para que não cometam muitos erros.


Os erros fazem parte da vida e as experiências os transformarão em pessoas independentes e autossuficientes. Impedir isto é retardar o curso da vida.

madre-e-hija-paseando-en-la-playa



Mensagem de Khalil Gibran

Abaixo, um trecho do livro “O profeta”, do poeta libanês Khalil Gibran. Esse capítulo é a sua resposta ao questionamento de uma mulher sobre os filhos.

“Vossos filhos não são vossos filhos:

 são filhos e filhas da ânsia da vida por si mesma.


 Vêm através de vós, mas não de vós,

 e embora vivam convosco, não vos pertencem.

Podeis doar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos;

 Porque eles têm seus próprios pensamentos.


 Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;

Pois suas almas moram na mansão do amanhã, que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.

 Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis

fazê-los como vós,


porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados.

Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados

como flechas vivas.

O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e


vos estica com toda a sua força, para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe.

Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria:

pois assim como ele ama a flecha que voa, ama também

o arco que permanece estático”.



Somos filhos da vida

Às vezes, os pais desejam que o seu filho tenha tudo o que eles não tiveram e que não cometam os mesmos erros que cometeram.

Acreditam que isso é melhor para esses seres indefesos que são seus filhos. No entanto, não estão levando em conta que os filhos têm o direito de viver a sua própria vida.


Os filhos têm o direito de tomar suas próprias decisões, mesmo nas situações difíceis; dessa forma aprendem as consequências de cada decisão. É claro que o apoio dos pais é importante, desde que não limite as ações do seu filho.

Não somos donos de ninguém e ninguém pode viver as nossas experiências. Somos filhos da vida  e a ela nos entregamos com seus benefícios e dificuldades, para encontrarmos nossa própria identidade.

MENINOLENDO


Dê liberdade aos seus filhos

Muitas vezes, mesmo sem perceber, transmitimos aos nossos filhos os nossos comportamentos, nossos medos e crenças. A maneira de amar, de se relacionar com o mundo e de se comunicar… São aspectos muito importantes que devem ser levados em conta.

É importante estar atento às mensagens que transmitimos, uma vez que muitas dessas mensagens são processadas de forma inconsciente. Elas podem determinar sua conduta, atitudes e maneiras de enfrentar a vida.

Somos um mero instrumento, através do qual nossos filhos crescem e se desenvolvem como indivíduos livres, saudáveis e felizes. Devemos apoiá-los durante todo  o processo de desenvolvimento, mas sem a intenção de realizar nossos sonhos e expectativas através deles.

Podemos amá-los incondicionalmente para que explorem sua essência e escolham o melhor caminho, sem pressão ou exigências que restrinjam a sua liberdade e a expressão de suas necessidades.

Temos a oportunidade de observar o fluxo da vida, onde cada pessoa é capaz de oferecer o melhor de si mesmo pelo simples fato de ser amado, respeitando seu desenvolvimento sem medo de experimentar e entregar-se ao amor.

______________

Texto original em espanhol de Rafa Aragon.

Olhe para ela…

Artigo Anterior

Vamos nos olhar nos olhos para dizer aDeus…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.