ColunistasEmoçõesReflexão

Sim, é preciso desabafar!

Ás vezes, é preciso admitir-se perdido, tateando no escuro. Ás vezes, é preciso admitir para si mesmo que a vida retribuiu um bolo de chocolate com uma boa bofetada na cara. Ás vezes, é preciso parar, respirar fundo e dizer para si mesmo que estamos muito cansados. Ás vezes, é preciso até mesmo dar-se um tempo. Sim, nem sempre estamos dispostos a lutar e a reagir. Ás vezes, queremos apenas ficar no nosso cantinho recarregando as baterias.



Ok.Ok.Ok. Não digo que considero o ideal sair por aí desabafando e falando sobre os nossos dramas para todo mundo. Por outro lado, guardar tudo para si pode ser um processo bem tóxico. Não falar de um problema, de um sentimento angustiante não vai fazê-lo desaparecer.

SIM, É PRECISO - FOTO 01

Algumas pessoas possuem a crença de que a palavra reforça o mal estar, a lembrança triste. Em certa medida, concordo com tal teoria. Mas não falar sobre algo que nos angustia, talvez, seja o caminho mais certo para transformar um simples aborrecimento, uma simples contrariedade num monstro terrível.


Não falar a respeito não significa não pensar a respeito. Quando falamos sobre algo que nos incomoda, aparamos arestas, nos livramos de sentimentos tóxicos, expressamos para outras pessoas que não aceitamos tudo, que não concordamos com tudo e que a vida pode ser muito injusta sim. Sim, às vezes precisamos encarar a merda, sem medo de parecer deselegante ou desesperado.

Quando falamos, passamos a entender melhor a motivação de certas mágoas, passamos a diferenciar sentimentos aparentemente iguais, passamos a redimensionar sentimentos. Passamos a entender, mesmo que parcialmente, porque certas situações nos afetam tanto.

A fala, além de resinificar sentimentos proporcionados por experiências, ajuda a descarregar tensões. A palavra angustiante guardada para nós funciona como uma espécie de veneno. Não quero dizer que devamos usar a palavra para ofender as pessoas. A palavra deveria ser usada simplesmente para desabafar, mas sem o sentido de tentar destruir o outro. Ok.Ok.Ok. Às vezes, esta tarefa não é fácil. Me parece que nada relacionado aos sentimentos é realmente fácil.

SIM, É PRECISO - FOTO 02


Ás vezes, é preciso admitir-se perdido, tateando no escuro. Ás vezes, é preciso admitir para si mesmo que a vida retribuiu um bolo de chocolate com uma boa bofetada na cara. Ás vezes, é preciso parar, respirar fundo e dizer para si mesmo que estamos muito cansados. Ás vezes, é preciso até mesmo dar-se um tempo. Sim, nem sempre estamos dispostos a lutar e a reagir. Ás vezes, queremos apenas ficar no nosso cantinho recarregando as baterias.

Sim, existe tempo para lutar e tempo para recolher as armas. Existe tempo para dizer e para calar. Existe tempo para tudo. E não deveríamos nos privar de nenhuma das etapas essenciais para a restauração do nosso coração.

Sabe o que ela quer?

Artigo Anterior

Sou de dar o coração antes do corpo, a alma inteira antes do sorriso!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.