Espiritualidade

Sincrodestino

sincrodestino2

Pensadores e pesquisadores da alma como Jung e Deepak Chopra asseveram que as coincidências são muito mais do que apenas uma mera diversão patrocinada pelo acaso. 



Para eles a coincidência é uma pista da intenção do espírito universal, plena de significado, ou seja, é um movimento de sincronismo entre a esfera da mente local/ego e a dimensão da mente não-local/eu superior. Por isso, a coincidência também é chamada de sincronicidade.

O fato é que a ocorrência de coincidências é universal. No entanto, a maioria de nós esquece rapidamente desses pequenos momentos extraordinários da vida com os quais ficamos maravilhados. Por não prestarmos a devida atenção a essas sincronicidades, poucas vezes somos capazes de vislumbrar o significado delas.

Para o médico e cientista Dr.Deepak Chopra as ditas coincidências são lições de um planejamento do nosso eu superior que ele chamou de sincrodestino. Por meio delas, é possível criar um estado mental no qual começamos a notar que existem momentos oportunos e decisivos em nossa vida, e que tudo se transforma quando nós os percebemos e agarramos.


mundos-fragiles (1)

A inteligência não-local trabalha por meio do sincronismo. Quando começamos a encarar as coincidências como oportunidades na vida, cada coincidência deixa de ser apenas sorte ou acaso e torna-se significativa; passa a ser uma oportunidade para a criatividade, transformando-se em uma oportunidade para que venhamos a ser aquela pessoa que o universo tencionava que fossemos. Estes são os verdadeiros milagres.

“No livro A realização espontânea do desejo, Chopra nos conta um exemplo incrível de sincronicidade:

“David estava apaixonado por uma mulher chamada Joanna. Ele a amava profundamente, mas hesitava um pouco em assumir um compromisso e se casar. Finalmente decidiu levar Joanna a um parque e pedi-la em casamento. Ele ainda estava em dúvida com relação a se comprometer, mas quando acordou naquela manhã sentiu-se tomado por uma sensação de paz, pelo sentimento de que tudo iria dar certo. David preparou a toalha do piquenique e justo quando estava criando coragem para fazer o pedido um avião passou no céu arrastando uma faixa. Joanna olhou para cima e disse: _Gostaria de saber o que está escrito naquela faixa. Sem pensar, David deixou escapar: _ A faixa diz:JOANNA, CASE-SE COMIGO. Eles olharam com mais atenção e de fato as palavras JOANNA, CASE-SE COMIGO estavam escritas na faixa. Ela caiu nos braços dele, eles se beijaram e naquele momento David teve certeza de que se casar com ela era a coisa certa a fazer. No dia seguinte, eles leram no jornal da cidade que um homem tinha contratado um avião de propaganda que deveria sobrevoar o parque com uma faixa na qual ele pedia a namorada, Joanna, em casamento; aparentemente por acaso, no momento certo para David, o avião estava bem em cima deles. Essa extraordinária coincidência foi uma pista para o futuro de David; foi aquilo que se pode chamar de um milagre. Os dois continuam casados e felizes até hoje.


Narrativas assim demonstram que a soma total do universo está sempre conspirando de forma sincrônica para criar nosso destino pessoal. Nem de longe somos capazes de imaginar as complexas forças da dimensão não-local que estão por detrás de cada evento em nossa vida.

Essa conspiração de coincidências tece uma verdadeira teia de circunstâncias,

criando a vida individual de cada um de nós.

sincrodestino2


E porque não percebemos isso?

Porque será que somente em alguns momentos de lampejos criativos é que notamos essa sincronicidade, agindo à guiza de estrela-guia em meio às noite escura dessa Matrix ilusória na qual estamos mergulhados?

A verdade é que, para que isso ocorra precisamos estar em contato com a dimensão não-local onde habita nossa essência. Nessa esfera residem as causas das coincidências, que aparentemente, na dimensão física não podem ser explicadas por uma relação direta de causa e efeito.

Somos engrenagens de um grande mecanismo chamado universo que nos criou para uma única realidade: sermos felizes.


No entanto, iludidos pelos condicionamentos da mente local/ego não somos capazes de perceber essas conexões comentadas e discutidas de forma brilhante pelo físico e pensador Fritjof Capra, na obra Conexões Ocultas.

Na dimensão não-local tudo e todos estão interligados, como uma teia, feito uma Web com infinitos hiperlinks que possibilitam acessar possibilidades jamais imaginadas pela mente local, as quais, se acessadas de forma consciente, seriam consideradas por muitos como milagres.

(Emmanuel)

Por Letícia Capelão


Loucos e Santos

Artigo Anterior

Picolé detox

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.