AmorDesenvolvimento PessoalO Segredo

Síndrome do coração partido: como se curar dos traumas de relacionamentos

síndrome do coração partido

Se você é como eu, sabe como é sofrer de síndrome do coração partido. Eu chamo dessa forma porque é literalmente um termo médico utilizado para descrever como o coração físico reage aos hormônios do estresse durante situações traumáticas / estressantes, como relacionamentos fracassados. Seu chakra do coração será afetado em um nível espiritual e emocional, e isso se traduz em seu órgão físico de uma forma que está agora sendo reconhecida como uma condição médica.



Se você tem um coração partido, não jogue-o fora como algo que vai desaparecer com o tempo. Você é uma das pessoas mais sortudas do planeta se tem um coração partido agora, porque tem maior oportunidade para a evolução como uma alma. Você também começa a experimentar um dos momentos mais emocionalmente ricos e significativos de toda a sua vida.

Dito isto, há algumas coisas importantes para manter em mente se você estiver procurando se curar do trauma de relacionamento.

Não fuja de sua dor. Sinta-a


Não tente atenuar a dor com Netflix, drogas, ou uma relação de rebote. E não tente distrair-se da dor preenchendo sua vida e campo de energia com mais coisas. Mova-se através da dor, não em torno dela. Quando você foge dela prolonga seu próprio sofrimento, quando na realidade, às vezes tudo o que precisa é desacelerar totalmente e permitir-se sentir a plenitude do que está enfrentando.

Assim como você não iria tentar distrair-se de uma perna quebrada, você não deve distrair-se de um coração partido, mesmo que seja um pouco assustador ir para dentro de si mesmo e enfrentar a dor de cabeça erguida. A verdade é que o “tempo” em si não cura. Isto é uma mentira que nos foi dita para convencer-nos a continuar e ignorar a nossa dor, pois ela acabará por ir embora. A dor nunca vai embora a menos que você mergulhe profundamente nela, porque só a profundidade pode fornecê-lo a verdadeira liberdade.

A dor é inevitável. O sofrimento é muitas vezes evitável, se estivermos dispostos a deixar-nos entrar em colapso em como realmente nos sentimos. Passe algum tempo sozinho na natureza, vá para caminhadas, e não tenha medo ou vergonha de chorar se sentir que precisa fazer isso.



Veja o que a dor está mostrando-lhe

É nosso instinto natural entrar em uma mentalidade de vítima quando estamos sofrendo de coração partido. Repetimos histórias em nossas cabeças várias e várias vezes, sem sequer percebermos se são verdadeiras. A maioria é falsa, mas por experiência pessoal nem todas são.

Use sua dor como uma chance de evoluir, e não como um obstáculo que deve ser superado de alguma forma. Às vezes, os avanços pessoais exigem retrocessos, e uma grande parte do processo de cura é tomar algo positivo de cada experiência e usá-lo para melhorar a si mesmo como pessoa.



Deixe de apego, desejo e expectativa

Muitas vezes, a dor que é supostamente causada por um término de relacionamento não é realmente causada pelo fato de um relacionamento com alguém que amava ter terminado. É causada por um sentimento de medo de estar sozinho, desejo de ser amado, desejo de amar, necessidade de ser necessário, perda do sentimento de sucesso ou união que vem de ter um relacionamento, e a perda de identidade que vem com a perda de alguém com quem você imaginou um futuro.

A dor causada por estas coisas é um resultado de apego mental, desejos mentais fundamentados no medo e interesses egoístas, um ego ferido.

Quando tomamos um olhar honesto sobre nós mesmos, podemos descobrir que o apego, desejo, interesses egoístas, e expectativa estão no centro do nosso sofrimento. Às vezes, ser livre da dor de um relacionamento realmente se resume a se libertar de sua própria mente e se curar dos traumas do passado que estão causando-lhe carência, , ou incapacidade de deixar ir e ver as coisas como são .


Recupere-se. Cure-se como pessoa, e aprenda a amar a si mesmo. A felicidade é seu direito de nascença. Você não precisa estar em um relacionamento com alguém para corrigir sua existência ou tornar sua vida significativa. O que você precisa é amor-próprio e autoconfiança, e isso só pode vir de dentro de si mesmo. Lembre-se, todas as coisas são temporárias, incluindo a dor que você está enfrentando. Um dia você vai olhar para trás com gratidão pela pessoa melhor e mais forte que se tornou.

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo


Fonte: Spirit Science

Nossos avós, os heróis emocionais do nosso passado

Artigo Anterior

Só o (meu) amor me importa

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.