A síndrome matrix – a ilusão do ego:

Para quem não conhece o personagem acima, esse cara é o Cypher do filme Matrix (1999). Ele conspirou contra Neo que tentava libertar os seres humanos da Matrix, que é um mundo controlado pelas máquinas no qual os seres humanos tinham uma vida de ficção em suas mentes.



Cypher não queria se libertar da ficção vivida dentro da Matrix, afinal em seu mundo identificado apenas pela mente, ele podia ser quem ele quisesse.

Na Matrix ele tinha tudo, apesar de ser uma ficção simulada e só existir em sua mente.

A Matrix é um ambiente ilusório em que os seres humanos são neuralmente ligados a um gigantesco sistema computacional que simula o mundo no período do século XX. Este sistema foi desenvolvido por uma inteligência artificial para manter a população humana como meio de subsistência para as máquinas – as máquinas usam a energia bioelétrica do ser humano como principal fonte de energia. Enquanto os seres humanos são conectados nessa realidade virtual, tendo suas vidas correndo normalmente, porém apenas em suas mentes.


A Matrix em nossa mente egoica

Trazendo para nossa realidade, a pessoas, e digo a maioria delas, vivem na Matrix e não querem sair dela. Essas pessoas tomam para si, mesmo que de forma inconsciente o lema: “a ignorância é uma benção”.


A Matrix a que me refiro no qual essas pessoas vivem, são as ilusões criadas pela sua mente egoica e a inconsciência da realidade do mundo e de auto responsabilidade. Pessoas identificadas pela mente vivem a ilusão de que nada pode mudar, de que tudo que existe e acontece nas suas vidas são fixas e permanentes.

O medo de sair da ilusão da Matrix e despertar para uma consciência aberta é maior do que a liberdade de sua natureza humana. O aprisionamento da mente, os credos limitadores e verdades absolutas, aprisionam o homem no uso de todo seu potencial.


A Matrix é a ilusão da mente, a ilusão de que tudo está bom como está…

A Matrix é a ilusão da mente, a ilusão de que tudo está bom como está, ilusão de ser confortável com a sua realidade e não ter coragem de mudar. Dentro da ideia que no futuro vai ser melhor, sem tirar o bumbum do sofá e se mover.


É achar que quando morrer terá uma vida em ruas de ouro e com esse pensamento medíocre não fazer nada para mudar sua realidade atual. Aceitar o conformismo exatamente como lhe foi entregue, sem lhe dá no mínimo o direito de olhar para fora e tentar ver se existe algo além.

O conformismo lhe paralisa, lhe condiciona a não fazer nada e ser apenas um expectador da sua própria vida, enquanto que o correto era você ser um protagonista.

Metaforicamente, é como os navegadores na idade antiga, que tinham medo de velejar até os confins dos mares, acreditando que na borda do oceano iriam cair no abismo. E digo, não tem abismos além do oceano!

A vida só acontece para quem tem coragem de mudar ela, de fazer diferente e não aceitar como lhe foi apresentada. Se a vida que você tem não foi a que se esperava! Então se mexa e se liberte da ilusão da sua mente, liberte-se dos credos limitadores e utilize todo o seu potencial.

O único limite que existe é aquele que se encontra em nós mesmos, se você não acreditar em si mesmo que será capaz de romper com a Matrix, vai ser exatamente isso que vai acontecer, a permanente ilusão de sua mente e uma vida não vivida.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.