ColunistasComportamentoReflexão

Só eu sei o que passei para poder me encontrar…

Sou grata as lições que já passei, pois pude enxergar o quão grande é esse mundo, e o quão pequenas são algumas pessoas. Obrigada por me mostrar que é sempre possível recomeçar, de um jeito novo e muito melhor. Aprendi valorizar tudo que tenho de bom e só dar pra quem realmente é merecedor de estar comigo.



Em outras palavras, vi o quão sou  incrível. Em tempos de relacionamentos de 15 minutos a gente tem que saber valorizar o que tem. A relação e a pessoa. Alguém legal é tão raro hoje em dia. Alguém que realmente se importa é tão difícil de encontrar. Desfrutar o prazer da própria companhia, praticar a gratidão e não se importar tanto com o julgamento alheio são alguns dos brindes dessa fase tão enriquecedora.

Hoje não sei se sou um exemplo de maturidade, mas o melhor é que isso simplesmente não importa, pois o julgamento alheio e a aprovação externa deixam de ser o foco da sua vida, quando você descobre verdadeiramente o amor próprio. O drama perde a importância, a opinião dos outros já não interfere nas suas ações e a própria companhia se torna o melhor encontro do dia. Ouvi coisas feias, de gente que nem ao menos me conhece, e de gente que conhecia bem demais que não se desenvolveu ainda e não aprendeu a assumir os próprios erros.

Amou e não foi amado? Paciência. Acreditou que tinha um amigo de verdade e não tinha? Azar do falso amigo que perdeu o seu carinho e atenção. Ajudou alguém e recebeu ingratidão? O problema não está com você com certeza. Viver é não saber. É não entender. É perdoar …é se perdoar e seguir em frente. Nunca se culpe por fazer a coisa certa. A aprendizagem nunca termina e ninguém sabe tudo.


Essa experiência que todo mundo cobra sobre o nosso amadurecimento, no final das contas, serve mesmo para aprimorar os nossos objetivos. Pois a nossa essência, aquilo que proporciona sentido as nossas escolhas, essa nunca muda.

quem

É preciso amadurecer para não se machucar nesses tombos da vida. As pessoas irão te usar e te empurrar. E por mais precavido que você (também) esteja, eu sinto em dizer… você também irá cair – “Mas quem sete vezes cai, levanta oito”.

Eu vi que mudei. E é tão bom re-harmonizar tudo outra vez.


Os anos foram passando e eu amadureci. tumblr_nfrtl1qxBU1scnmq5o1_1280Foi inevitável que tu ficasses para trás. Mas nem sempre tudo foi tão fácil como é agora e eu nem sempre fui a pessoa que sou hoje. Houve meses difíceis em que me sentia perdida, em que me afogava e desaparecia na minha própria angústia e em pensamentos que tanto me aterravam.

O processo foi demorado. Levou meses, e se eu não tivesse tido tanta força talvez tivesse levado anos. Mas um dia eu decidi que era a hora de pensar em mim. Lembro-me muitas vezes que me acusaste de tomar a decisão errada, de ser egoísta e de me recusar a ver a realidade. Sabes uma coisa? As tuas palavras tiveram um efeito contrário ao que tu desejavas e foi graças a elas que um dia eu despertei para a minha realidade.

Tu só te amavas a ti mesmo, e eu não podia continuar a entregar algo que eu nem sequer tinha para mim mesma. Como é que eu podia amar-te se nem sequer eu me amava a mim? Não era possível. Agora compreendo que não se pode amar alguém sem antes nos amarmos a nós próprios, com os defeitos mas também com todas as qualidades e virtudes que nos fazem ser o que somos.

Nunca vou esquecer o dia em que eu fui suficientemente forte para tomar a decisão que antes tanto medo me havia causado só de pensar nela. Foi como me ter libertado, como romper as correntes que me prendiam e abrir a porta que por muito tempo havia permanecido fechada.


Ainda que possa parecer estranho, quero agradecer-te, porque foi por causa desta experiência que eu vivi contigo que eu aprendi a valorizar-me e a amar-me como sempre devia ter feito. Quero que saibas disso.
Espero que tu também tenhas mudado e que as mulheres que a vida te pôs a teu lado tenham aprendido a diferenciar entre o verdadeiro e o falso das tuas palavras.

Eu quis-te e não me arrependo, porque eu sei que apesar de todos os constrangimentos que passei ao teu lado, eu ainda conseguia ser suficientemente humana para amar. Mesmo tu não o sendo para mim.

Desses aprendizados aprendi que o que o irrita, controla você. A aceitação de si mesmo é uma aventura que pode durar muito tempo. No momento em que nos sentirmos bem com o que somos, o que temos e o que conseguimos alcançar, surge este equilíbrio interior tão importante. Não dedique muito tempo às pessoas que raramente fazem o mesmo por você. Conheça o seu valor. Saiba a diferença entre o que você está recebendo a partir das pessoas e o que você merece. Algumas vezes é melhor deixar que algumas pessoas se afastem, em vez de permaneceram junto de você.


Não desperdice palavras com pessoas que merecem o seu silêncio. Às vezes, a coisa mais poderosa que você pode dizer é nada.

Quando você encontra a si mesma, percebe todas as coisas que te sobraram, os artifícios, o ruído mental, e todas essas relações ultrapassadas que arrancaram suas asas.

estrada

Eu quero ser uma profissional reconhecida e bem remunerada, quero ser uma boa mãe e quero também ter um parceiro que não só compreenda como compartilhe dos mesmos desejos e vontades, inclusive da necessidade de distração e diversão nos intervalos disso tudo, seja individualmente ou em dupla. E, tenho certeza, não é querer demais.


E agora eu entendi que por trás de cada texto bonito, há um escritor que já foi ferido. Não vou mentir: não tenho pressa de me apaixonar. Eu não quero me perder por ninguém. Sou egoísta, confesso. Mas só eu sei quanto me custa ter força. Relacionamento sério só quero comigo mesma. Ser fiel aos meus sonhos, respeitar meus limites, acreditar nos meus planos e rir dos meus tropeços. Eu gosto de ficar sozinha, é sério.

Muita gente não acredita, eu sei. Não vou me envolver com quem não me merecer. Pensando bem, não é covardia coisa nenhuma. A gente precisa é se amar muito, se valorizar muito, pra poder se desapegar de quem não nos acrescenta. Tive que perder bastante tempo e muito de mim pra entender que o amor não é um jogo. Se a gente não se dispõe em aceitar, respeitar, dedicar a nossa vida em troca da dedicação do outro, não adianta.

Mesmo que com bastante dor, finalmente entendi com certa maturidade todos os porquês da desistência. E se esse ano não for suficiente pra você entender isso, espero que um dia você também entenda que quem ama desiste, quando se doar totalmente, quando amar descontroladamente alguém e esse alguém só te fizer sofrer. Um dia, você vai chorar e saber que por mais que você ame alguém, é preciso que o outro te ame e te queira bem também.

Deixo um conselho, antes de procurar alguém, encontre você!


Há pessoas que não querem perdê-lo, mas não sabem cuidar de você…

Artigo Anterior

Vaso da prosperidade – saiba como fazer o seu:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.