Signos

Só ligam para dinheiro. A avareza é o pecado mais forte destes 3 signos!

6 capa site So ligam para o dinheiro a avareza e o pecado mais forte desses 3 signos

A relação com o dinheiro pode ser algo complexo no mundo atual, pois enquanto alguns podem passar necessidades, outros querem guardá-lo a qualquer custo.



Sabemos que os pecados capitais podem ser considerados tão antigos quanto o próprio cristianismo, acompanhando toda a trajetória da religião. Segundo historiadores, eles se tornaram oficiais apenas no século 6, quando o Papa Gregório Magno, utilizando as epístolas de São Paulo, elencou os sete vícios de conduta: avareza, ira, luxúria, gula, preguiça, inveja e soberba.

Hoje vamos nos ocupar em falar, segundo a astrologia, quais são os signos que revelam a avareza como uma de suas principais falhas. Valorizando o dinheiro, a riqueza e as posses em excesso, essas pessoas demonstram uma séria necessidade de demonstrar o tempo inteiro que estão bem financeiramente, embora não queiram gastar nenhum centavo sem necessidade.

A avareza costuma impactar negativamente as pessoas que a demonstram, elas vão se tornando obsessivas e completamente fixadas em ganhar mais para poder guardar mais, e acabam presas nesse círculo, esquecendo-se de aproveitar e desfrutar a vida.


Sabemos que, nos dias atuais, a relação com o dinheiro pode ser difícil, primeiro, porque é ele quem dita as regras em diversas relações, segundo, porque a desigualdade social torna todo esse cenário ainda mais falho.

Mas para as pessoas destes três signos, não existe meio-termo, elas são extremamente materialistas ao mesmo tempo em que não querem gastar nenhum tostão, de preferência tirando proveito e dinheiro de quem estiver por perto. Quer saber quais signos estão na lista? Confira:

1. Capricórnio

Os capricornianos podem ser considerados os mais avarentos do ranking, mas eles nem sequer se consideram assim, acreditam que são pessoas cautelosas com a grana, sempre à espera de bons investimentos e oportunidades melhores para investir o que guardam. As pessoas desse signo no Sol demonstram muita necessidade de poder e de dinheiro, sempre querendo ser reconhecidas por tudo o que fazem.


Capricórnio é um signo complexo, ao mesmo tempo em que seu elemento é terra, ele também é regido por Saturno, o que significa que o trabalho e o lado mais severo das relações acabam se tornando proeminentes. Por isso, os capricornianos apresentam traços de sabedoria sobre o mundo material, dando extremo valor às posses e, principalmente, ao dinheiro.

2. Touro

Os taurinos também são do elemento terra, o que demonstra necessidade de controle e estabilidade, o que, obviamente, implica em apego às coisas materiais. Enquanto os capricornianos desejam, acima de tudo, o poder e o reconhecimento da sociedade, os taurinos querem apenas a certeza de que estão seguros. Não conseguem administrar o dinheiro tal qual Capricórnio, mas são materialistas e gostam dos prazeres terrenos e mundanos.

Ao mesmo tempo, os taurinos se esforçam muito, correm atrás do que querem, têm fama de trabalhadores e de alta produtividade. Aquela segurança que o dinheiro pode proporcionar pode ser traduzida em, nas épocas mais escassas, são capazes de contar cada grão de arroz consumido, mas quando estão bem financeiramente, acabam dando uma boa relaxada.


3. Virgem

Bom, mais um signo de terra para a conta, não é mesmo? Isso não está acontecendo ao acaso, este elemento realmente possui características bem delineadas de apego ao mundo material e de desejo por ele. Não é à toa que os três signos se fixam em dinheiro, por exemplo, já que ele pode comprar estabilidade e segurança, enquanto os outros elementos estão mais preocupados em descobrir os mistérios da vida ou viver intensamente.

Os virginianos querem que a vida real bata à sua porta, eles detestam contos de fadas e necessitam de uma rotina bem estabelecida, trabalhando bastante para que se sintam úteis. Como são considerados bem egoístas, materialistas e arrogantes, têm exatamente essa relação quando o assunto é dinheiro, sentindo extrema necessidade de tê-lo, mas sem gastar.


Amigos gays, casados por causa de suas famílias religiosas, esconderam sexualidade por 30 anos!

Artigo Anterior

Tia é criticada pela família por dar fórmula à sobrinha recém-nascida: “Acho que fiz o certo”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.