publicidade

Só mais 5 minutos….

A essa hora, há dois anos atrás, eu chorava, eu chorava querendo vê-lo, chorava porque estava ali, eu chorava agradecendo estar ali. Algumas pessoas vão falar: mas porquê comemorar isso? É trauma?



Não é trauma, é que eu sou grata, só isso e ponto! Nova história.

A morte tem mais a ensinar do que se pode imaginar e ela só quer ser ouvida, e então, achando que não tinha saída, eu ouvi o que ela tinha a dizer, enquanto bolsas e bolsas de sangue de pessoas que nunca vou saber quem é, devolviam-me a vida que, aos poucos, eu perdia.

Desviando o olhar das lágrimas da minha mãe, repetia um mantra: “Só mais 5 minutos…”

…como aquele pedido em dia de chuva, quando sua mãe vinha lhe acordar para ir à escola, só mais 5 minutos. Era tudo que eu queria naquele momento, e não ter que lutar contra o sono, com medo de não acordar também .


Mas eu não vim falar de dor, e sim de tudo que ela me ensinou. Eu queria que ninguém passasse o que o eu passei aquela noite, que ninguém sentisse o que eu senti, dos sentimentos as dores, mas queria  que todos aprendessem o que ela me ensinou.

Tudo que a gente mais deseja é o controle da vida, e é a única coisa que nunca vamos controlar. Ela começa e termina, sem ao menos nos consultar.

Bem! Ela me ensinou que até mesmo a eternidade é pouco tempo, que nunca vamos viver o suficiente para fazer o que queremos, e então, somos os únicos responsáveis por fazer do nosso tempo o suficiente para sermos felizes. Que, às vezes, o silêncio é a melhor resposta aos ignorantes, o que precisamos, simplesmente, tudo que podemos ofertar em algumas horas. Mas um sorriso… ah! Um sorriso, esse, sim, conquista o mundo!


O tempo é curto e, por vezes, até demais, então, não o gaste com qualquer pessoa, pois nem todos vêm para ficar, não gaste com qualquer coisa, pois nem tudo merece seu tempo.

Sorria mais, brinque mais, não leve a vida tão a sério, até a morte tem suas pegadinhas. Mas também, cuide da sua vida, cuide de si por fora e por dentro, da carne e da essência.

Ame mais, e fale isso, amar nunca foi vergonha, e sim, não receber o amor é a maior das ingratidões.

Ame os animais , as plantas, o sol, a lua, a chuva, tudo tem seu lado bom e seu lado belo, tudo vem para ensinar. Pare, observe e aprenda. E novamente diga que ama. Às vezes, é tudo que a pessoa precisa ouvir naquele dia de chuva,  acredite, isso muda a vida de alguém!

Valorize as pessoas que atravessam o mundo para enxugar as suas lágrimas, elas o amam de verdade: uma das maiores provas de amor é oferecer o ombro, muitos ouvem você sorrir e poucos ouvem chorar até fungar, e mais raros ainda aqueles que o fazem sorrir quando tudo que mais quer é chorar, que o ajudam a suportar o peso do mundo quando ele está desabando na sua cabeça.

E por último, não menos importante, valorize o seu tempo, você não sabe quando ele vai se esgotar… e acredite na hora em que ele acabar, que o último grão de areia cair em câmera lenta, tudo que você mais vai desejar na vida é mais cinco minutos, e nem sempre a gente consegue.

Eu consegui e vim lhe falar um pouco, pois é desesperador perceber que acabou, que poderia ter feito mais, e que o único culpado da história é você.

Por isso faça, escreva a sua história e tenha sempre a certeza de que, se a viagem terminasse hoje, você foi feliz, fez tudo que poderia ter feito por você, e amou.

_________

Direitos autorais da imagem de capa: loganban / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.