5min. de leitura

SÓ O AMOR NOS FAZ TOCAR AS ESTRELAS

A maioria das pessoas passa a vida inteira procurando por alguém que lhes de amor. Procuram e acham difícil encontrar. Pois eu digo que nunca acharão. Pois o amor não se procura.


Engraçado, é que a gente só procura aquilo que não tem. O amor é algo que se sente e não que se acha. E uma pessoa que não tem amor dentro de si, infelizmente não tem nada mais. O amor em nós é como a tinta que colore o tom cinzento dos dias sempre iguais. É a música que toca e dá o ritmo da dança. É o líquido que torna cheio o copo vazio da nossa vida.

O amor não é um animal selvagem pra gente ir à caça e depois matar a fome. O amor não é pedra que se tropeça no caminho por acaso. O amor não é o resultado de um jogo de dados jogado pelo destino.

Acreditar em todas essas coisas é diminuir o amor. Menosprezar seu poder e sua função. Ó amor é força que brota em todo canto. É poder abundante da natureza. Por isso não é preciso sair por aí procurando amor, é preciso saber enxergá-lo.  Um mundo que ache difícil enxergar o amor é um mundo cego para todo o resto.


O amor está no despontar do sol anunciando um novo dia. Está na rosa que desabrocha e lança seu perfume. Está no ser que morre pra ganhar uma nova vida. Está na chuva que molha e que renova, mostrando que a vida é múltipla, farta e infinita.

Todo tipo de vida é o amor de Deus que se manifesta em diversas formas. Portanto pra ver o amor é só saber olhar. Mas pra alguém reconhecer o amor é preciso saber como ele é.  Ou melhor, sentir a força que ele tem. Quem sente o que é o amor nunca o perde de vista do seu coração. Uma vez que o sente jamais deixa de notá-lo, jamais deixa de vivê-lo.

Afinal, mais importante que ser amado é amar. Não sentimos o amor do outro. Quantas vezes alguém diz nos amar e nenhum efeito isso faz em nós? Não é que sejamos desumanos, é porque o que vem do outro não podemos sentir. Só podemos sentir aquilo que brota em nós.


Pois, mil pessoas podem me amar, mas se eu não amar estarei sozinho em meu vazio, mas basta que eu ame uma pessoa, e sentirei toda a força do Universo em mim, porque enfim a vida terá sentido. Pois eu estarei tomado por está força.

Lá no fundo não queremos alguém que nos ame. A gente quer na verdade alguém que nos faça sentir nosso próprio amor em nós. É esse amor que importa. É através dele que entramos em contato com tudo. Já que ter contato é tocar, e tocar é sentir. Só quando sentimos amor por algo é que entramos em contato com isso. Eu posso encostar em sua pele com meus dedos, porém só com o amor eu poderei tocar em sua alma.

Esse é o poder do amor. O poder de nos fazer tocar, além do tempo e do espaço com a sua força do sentir. Quando sinto amor não importa como ou pelo quê, eu simplesmente sinto-me inundar. Eu entendo que esse amor está muito além de alguém ou alguma coisa. Eu sinto que ele é uma força que parte de mim, e que pode-me levar a qualquer lugar. Eu agradeço a tudo que desperta esse amor em mim. Pois com ele eu sou mais. É esse amor que me torna grande, que me faz eterno, que me faz divino. Pois quando olho o céu, só o amor é o que me faz tocar as estrelas e ser parte do infinito.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.