2min. de leitura

Só porque eu sou homem…

Só porque eu sou homem, me fizeram não demonstrar dor, medo ou tristeza.

Ainda me disseram que não deveria chorar e não dizer que ama.


Na verdade, os sentimentos deveriam ficar escondidos e darem lugar a uma fortaleza que pudesse ser o porto seguro de alguém.

Só porque eu sou homem, me disseram que eu não deveria escrever.

Falaram até que ter um blog era papo de mulher e se eu fosse desabafar, era melhor sozinho, no escuro, isolado e sem que nada e ninguém pudesse me ouvir.

Só porque eu sou homem, ficar doente não poderia ser parte do meu dicionário.


E se, porventura eu adoecesse, me carregassem apenas em último caso.

Só porque eu sou homem, eu nunca poderia dar atenção a uma determinada mulher, essa tal “diabetes”.

Afinal, problemas e enfermidades dão em postes e não em homens.


E mesmo não dando ouvido a ela, um dia ela resolveu se apresentar.

Mas quem disse, quem eu gostei de lhe conhecer?

Porque sendo homem, suportar tudo que você tem feito comigo não é fácil, mas estou aqui, resistindo e lutando contra você, contra a isso que tenta ser maior ao homem que sou todos os dias.

Mas de muitas lições vividas o que posso dizer que, para ser homem com todas as letras não é preciso ser omisso.

Posso ser homem muito além de um substantivo masculino, eu preciso ser sinônimo de valores, cuidados de vida e muito respeito ao Homem que sou e que significo para aqueles que estão ao meu redor.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.