publicidade

Só quem abre mão do julgamento pode perceber no outro o próprio coração

Quanto mais próximos estivermos do nosso coração, mais próximos estaremos do coração do outro.



Não deixe que a aparente separação de nossos corpos impeça você de perceber a união de nossas essências. Quanto mais próximos estivermos do nosso coração, mais próximos estaremos do coração do outro.

Mesmo que por caminhos completamente diferentes, mesmo com princípios e valores que diferem do seu, mesmo sem querer e sem saber, o outro está na mesma busca que você. E quanto mais permanecermos em nosso coração, melhor conseguiremos enxergar, aceitar e apreciar a consciência que está por trás das aparências do outro.

Nosso ego quer ser validado a todo instante, e sempre usa a separação e o julgamento como ferramentas de autoafirmação. Quando entramos em algum tipo de atrito, ceder, ouvir sem querer interromper, admitir alguma falha e reconhecer a verdade de cada situação são atos de sacrifício para o nosso ego, mas uma honra para o nosso espírito.


O número e a intensidade de brigas, discussões e conflitos é proporcional à distância que o nosso coração está do outro.

Muitas vezes, o tom é aumentado no intuito de querermos que o outro nos ouça mas, na verdade, falamos mais alto porque não queremos ouvir o que nosso coração está querendo nos dizer. E o que ele quer é paz. A paz pode significar a morte para nossa mente, que está constantemente buscando ameaças, controlar as pessoas e exercer o poder para se sentir fortalecida.

É o nosso julgamento sobre nós mesmos, sobre o outro e sobre a situação que nos impede de ver o que está acontecendo com clareza.

Respirar e deixar que a necessidade de estar certo se vá fazem com que paremos de nos identificar com a raiva, tristeza e outras emoções negativas, e é nesse ambiente de silêncio interno que podemos ouvir o nosso coração, sem os ruídos de nossa mente.


Eleve a sua consciência, transcenda a dualidade de certo e errado, porque o que realmente queremos não é estar com razão, é estar no coração.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Kinga Cichewicz/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.