Só você conhece as verdades da sua consciência e do seu coração, preste atenção ao que eles sussurram

Quando o cansaço, a irritação, o conflito e a confusão entram no palco da vida, a positividade tende a se tornar coadjuvante.

Um comentário mal colocado de alguém, uma interação infeliz ou um olhar descuidado podem causar em nós uma identificação instintiva com o polo negativo. O temperamento ferve e o percurso natural é o da reação imediatista de autodefesa.

Nossas próprias emoções confundem-se com as energias emocionais dos outros, que nos invadem sem pedir licença. Tornamo-nos uma bomba com forte potencial explosivo.

É fácil perder-se na intensidade disso tudo, todavia a probabilidade de arrependimentos posteriores em relação às atitudes impensadas que somos capazes de fazer é elevada.

Essa bomba emocional precisa ser desarmada diariamente, sendo necessário, inclusive, desarmá-la várias vezes no mesmo dia. Não é uma tarefa fácil, pois requer disciplina cotidiana, dedicação esmerada e treinos constantes de repetição com foco no positivo. Mas este esforço vale a pena, em busca de algo muito mais valioso: a paz de espírito.

Pessoas imediatistas maltratam as outras com palavras grosseiras e irônicas. Pessoas imediatistas se acham donas da razão. Pessoas imediatistas jamais ficam por baixo, nem que para isso tenham que desmoralizar o próximo. Pessoas imediatistas impõem as suas opiniões a qualquer custo. Pessoas imediatistas julgam os outros. Pessoas imediatistas não costumam pedir desculpas e quando o fazem, é da boca para fora.

Pessoas conscientes se auto-observam. Pessoas conscientes reconhecem seus equívocos e pedem desculpa de coração aberto.

Pessoas conscientes expressam sua opinião, mas fazem isto com educação e respeito. Pessoas conscientes compreendem que nem todo mundo está disposto a compartilhar algo com elas. Pessoas conscientes procuram exercer a gentileza e a gratidão. Pessoas conscientes sabem que não precisam estar com a razão, pois estão abertas ao aprendizado, à harmonia e ao amor.

É necessário estabelecer uma relação profunda com nosso próprio ser, na qual a gente se encare no espelho, remova as máscaras com as quais costumamos nos cobrir e responda com sinceridade a todas as questões que se apresentam diante de nós.

Só você conhece as verdades da sua consciência e do seu coração, preste atenção ao que eles estão sussurrando!

É muito fácil encontrar algo ruim em si mesmo e nos outros. Sejamos aqueles capazes de encontrar o que é bom!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / Imagens

 



Deixe seu comentário