RelacionamentosReflexão

“sobre o amor, rosas e espinhos…”

Sobreoamor

Saudade, tempo e espinhos..



Resolvendo ler algo nessa tarde fria a fim de uma distração e de esquecer um pouco esse estranho sentimento que me habita e que não consigo  definir, nem lidar, achei um texto muito bonito sobre o amor, a rosa e os espinhos.

Percebi, que ao me lembrar de você, estou fixamente presa nos espinhos e com um único objetivo, de arrancar você de dentro de mim.

Passaram-se meses e eu ainda me pego pensando em “Onde foi que nos perdemos mesmo?” Por que mesmo eu permanecendo em sua frente você não conseguia me enxergar?


E olha só a coincidência, eu continuo aqui, fazendo coisas para que se orgulhe e me enxergue.

Lembrando de alguns momentos  e não entendendo nada, vejo você seguindo e  fazendo tudo que um dia eu propus, mas com outras pessoas.

Sabe aquela parte em que nós  desejamos a felicidade, um ótimo caminho e que encontrássemos uma boa pessoa?!  Foi  a parte que mais odiei, porque eu desejava tudo isso pra nós, eu tentei ser a boa pessoa que desejei, queria que enxergasse que,como diz no texto, as rosas possuem sua beleza juntamente com seus espinhos e não estão dispostas a sempre florir, mas não é por esse motivo que o cuidado tem que deixar de existir, e sim, saber  identificar que a ausência de flores não significa a morte absoluta, mas o repouso do preparo!

Outra parte significante diz que quem não souber viver o silêncio da preparação não terá o que florir depois.


Almejo que isso um dia, faça parte de sua essência. Quanto a mim, sigo acreditando que o tempo resolverá essa estranheza e mesmo sem flores, quieta, cansada e dolorida, desejo que as  lembranças não se façam presentes, que minha felicidade não se baseie nos planos que fizemos ,(mas talvez nessa “felicidade” que me desejou)…

E por hoje decido não me preocupar em saber se a beleza de nossas antigas rosas ainda valem o incômodo desses espinhos.

__________

Trechos do texto: Sobre o amor, rosas e espinhos – Padre Fábio de Melo


Direitos autorais: logoboom / 123RF Imagens

Tudo vibra!

Artigo Anterior

Reprograme-se! torne-se seu laboratório e seja um cientista de si mesmo!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.