publicidade

Sobre o que desejo para as gerações futuras…

Desde que me entendo por gente, eu me lembro de ser uma menina que nunca se prendeu só as “brincadeiras de menina”, na verdade, detestava ouvir aquela frase clichê “Você faz isso como uma garotinha”.



Não sou adepta ao feminismo, machismo ou quaisquer “ismos”. Sou adepta ao respeito, direitos e deveres iguais para todos; dentro dos limites morais e sociais claro.

Sempre gostei de assistir a corridas, jogos de futebol, jogar vídeo game; até hoje jogo jogos online, gosto de assistir animes ou filmes de super-heróis; coisas que vejo serem consideradas atividades masculinas na minha geração.

Vejo que, muitas vezes, quando comento isso com as pessoas vejo aquela cara de “nossa que anormal” ou elas devem pensar “ela só diz isso para chamar atenção”; sinto acabar com seus comentários maldosos, mas não é bem assim.

Não acredito que existam atividades que só homens ou só mulheres possam realizar, acredito que homens têm mais facilidade ou interesse que mulheres em determinadas atividades e vice e versa. Mas claro que também vejo muito assédio e ridicularização de mulheres dentro de ambientes considerados “masculinos” e vice-versa.


Nossa sociedade precisa aprender a respeitar mais, compreender mais, julgar menos. Hipocrisia? Ao meu ver é algo altamente destrutivo e corrosivo.

Vale lembrar que não estou tomando partido de nenhum movimento. O que realmente quero e acredito ser melhor para as gerações futuras é justamente o mais clichê que se ouve hoje em dia: “MAIS AMOR, POR FAVOR”!

Eu pretendo ter filhos e/ou afilhados futuramente, pretendo ensiná-los que com determinação, disciplina e força de vontade podemos ser o que quisermos, ir onde quisermos e que eles terão meu apoio em tudo aquilo que lhes proporcionar felicidade.

___________


Direitos autorais da imagem de capa: jlombard / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.