publicidade

Sobre quando perdemos alguém que amamos. essa experiência nos modifica

Você já perdeu alguém que amava? Já passou pela experiência de ver alguém próximo morrer? Essa experiência nos modifica.

Dói! Não há como negar a dor. Às vezes, a dor é tão imensa que ela é visceral. Nesses casos vemos ou sentimos a expressão da face e do corpo mudar. Mesmo que não seja dito, a dor, por um tempo, não sai da expressão da pessoa que perdeu alguém que amava.



Ela é física, mesmo que não expressa em palavras. Ela pode ser falada, mas nunca aquilo que é dito poderá alcançar a dimensão da dor pessoal de cada um de nós ao perder quem nos era fundamental.

Quando perdemos alguém que amamos, inevitavelmente passamos por novas reflexões sobre o que a vida significa e em que espaço-tempo nos encontramos nessa vida. Essas reflexões costumam estender-se também a outras pessoas próximas.

A perda e sua dor podem gerar crescimento.


Crescer dói! E a morte de quem amamos pode ser uma parte de nosso crescimento.

Penso que essa frase é impactante e talvez até revoltante. Mas é real. A morte é uma parte do ciclo da vida.

Nós não temos controle sobre a vida. A vida é orgânica e acontece além do nosso desejo e/ou tentativa de direcionamento.

Mas a morte é fim?


A morte sempre estará atrelada ao significado que você dá à vida. Por isso, é prática frequente em meus processos de coaching trabalhar para que cada pessoa possa sentir sua vida e vivê-la como uma vida que vale a pena.

Aqueles que morrem, em minha concepção, viram luz. E essa luz preenche o coração de todos para quem aquela vida teve significado.

Esse preenchimento de luz depende de quanto você se abre para perceber e valorizar esse espaço do outro em você: o que você aprendeu com ele, o que você ensinou, o que você deu de você, quanto amor fez parte do que vocês tinham juntos, entre outros aspectos.

Para mim toda a vida vale a pena quando bem vivida, que dure oitenta, quarenta, vinte anos ou mesmo nove meses. Penso que dizer isso também é impactante, pois ninguém gosta de perder! Porém, existe aquilo que vai além do que podemos explicar e que é mágico, assim como todas as formas de vida que se desenvolvem mostram que são.

Desejo que esse texto possa fazer sentido para você! Desejo também que ele possa abraçá-lo.

Com carinho, Daniela Peroneo.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / marcociannarel

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.