Comportamento

Sobrinho de 9 anos rouba anel de noivado do tio, e homem expulsa família de sua casa!

Foto: Depositphotos
capa Sobrinho de 9 anos rouba anel de noivado de tio e homem proibe familia de ir a sua casa

O homem tomou uma decisão radical por causa da atitude do sobrinho. Entenda o caso!

Um noivo foi ao Reddit, no mês passado, contar sobre a proibição das visitas da família do seu irmão à sua casa porque seu sobrinho de 9 anos furtou o anel de noivado que havia comprado para sua companheira.

Na publicação, o homem de 26 anos contou que viu o sobrinho mexendo nas suas coisas em seu quarto, por meio de uma câmera, e que a criança costuma pegar coisas alheias, inclusive em algumas lojas, provocando problemas para seus pais. No entanto, segundo seu relato, o irmão e a cunhada sempre relevam a situação porque se trata de uma criança.

Quando o furto aconteceu, a família do irmão do noivo estava hospedada em sua casa, porque o homem havia perdido o emprego. Seu irmão estava trabalhando como motorista de aplicativo enquanto procurava um emprego para que sua família pudesse se mudar.

O noivo não queria receber a família do irmão em sua casa especialmente por conta do sobrinho, mas acabou cedendo. Ele estava pretendendo pedir sua namorada em casamento em breve, mas agora, sem o anel, ele disse que precisará esperar um pouco mais.

O homem relatou que pagou o equivalente a R$ 20 mil pelo anel, valor economizado em mais de um ano.

Depois que ele confrontou a família do irmão sobre o sumiço do anel, o sobrinho disse que deixou o objeto ao lado da TV no quarto de hóspedes, mas não estava lá. Os pais do menino procuraram o anel nas coisas da família e também não encontraram.

O homem disse que sabe que o sobrinho está mentindo ao dizer que não sabe onde está o anel, porque ele agiu da mesma maneira com um dos seus relógios que pegou. Revoltado com a situação, ele deu um ultimato à família: ou encontrava o anel ou lhe pagava o valor dele, essa era a condição para permanecerem em sua casa.

O irmão ficou chateado com a situação, especialmente por conta das dificuldades financeiras por que estava passando, mas o noivo não se deixou levar pelas emoções e disse que não podia ignorar o fato de que o sobrinho havia pegado algo muito importante para ele, que lhe custou muito tempo e dinheiro.

Como a família não encontrou o anel de noivado em uma semana, precisou deixar a casa do noivo, mudando-se para um hotel barato. O irmão o estava chamando de “insensível” por deixar que essa situação o impedisse de ajudá-lo num momento difícil.

Nos comentários, muitas pessoas concordaram com a atitude do noivo, dizendo que ele está certo em estabelecer limites e que a família do irmão poderia até mesmo ter vendido o anel.

Como vários usuários do Reddit estavam pedindo atualização do caso, o homem fez nova publicação para contar como as coisas estavam caminhando. Ele contou que conseguiu encontrar o anel depois de intensa busca, procurando em lugares onde imaginou que seu sobrinho esconderia algo se não quisesse que fosse encontrado.

Prestes a chamar a polícia para resolver a situação, porque seu sobrinho não falava onde estava o anel e o irmão não queria indenizar, ele encontrou a joia na pia do quarto de hóspedes ocupado pelo irmão e sua família.

O noivo confessou que ficou aliviado e resolveu pedir a noiva em casamento na mesma noite. Para a sua alegria, ela aceitou!

Quando o irmão ficou sabendo que ele havia encontrado o anel, perguntou se podia voltar para lá com a família, mas ele respondeu que não, que o irmão tinha sorte de ele não ter procurado a polícia, porque já havia evidências em vídeo do seu filho pegando o anel.

O noivo resolveu conversar com o sobrinho depois da descoberta, e o menino lhe disse que não queria contar a ninguém porque sabia que o tio ficaria muito bravo.

Confessando que não tem mais “energia” para a família do irmão, ele agora está focado nessa nova fase de sua vida, e contou que será pai muito em breve!

Novamente, ele recebeu o apoio dos usuários da rede social, que o admiraram por colocar o seu bem-estar e saúde mental em primeiro lugar. No entanto, também apareceram alguns críticos dizendo que ele tinha ido longe demais, porque se tratava de uma criança.

0 %