O SegredoVida Plena

Somos instantes

A regra é clara, tudo o que fica é o que você  eterniza por dentro. Passamos a vida inteira procurando pelo preço da felicidade (porque ainda existe pessoas que acreditam que ela se compra em uma esquina qualquer). Podem até achar que uso de teoria e pouca prática em dizer isso, porém a sua experiência jamais será igual a minha então é valido mesmo assim.



Uma vez, ouvi algo que dizia “somos instantes”, e para mim essa citação tem muita concordância porque afinal de contas se tudo passa nessa vida, por que a forma que nos sentimos em determinados momentos não haveria de passar? É muito tempo gasto andando em labirintos na vida em busca do que nasce com você, esse “poder” de tornar as coisas mais leves, mais felizes.

Sofremos de imediatismos quando se trata de sermos felizes, mas esquecemos de enxergar na volta o que é presente no seu presente. Já dizia o saudoso Mario Sergio Cortella. Para a felicidade existe uma formula simples: “Felicidade é igual à realidade menos expectativas.” E ainda afirma: Felicidade é uma vibração intensa que você sente uma vitalidade exuberante, mas ela não é um estado contínuo, a felicidade não é uma coisa permanente, aliás a felicidade são instantes episódios que você sente a vida te levar ao máximo.

Como não concordar com uma explicação tão simples, mas tão eficaz do que nos acontece diariamente? Essa mania que temos de sempre achar um culpado por nossas fraquezas, por nossos fracassos, passamos os dias desperdiçando vida em busca daquilo que nós já temos.  O copo sempre estará a sua frente pela metade, cabe a você enxergá-lo meio cheio ou meio vazio. Celebre todos seus instantes como se fossem o único e então você conhecerá toda essa vitalidade exuberante que a felicidade nos proporciona. Seja grato, gratidão torna você mais humano, gratidão faz de você mais puro, mais próximo de Deus. Você quer ser feliz? Abra os olhos, levante daí e bora para a vida!


Saiba como “a noite escura da alma” pode ser uma das chaves da mudança

Artigo Anterior

O que a ciência nos diz sobre a inteligência intuitiva do coração

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.