ColunistasEspiritualidade

Somos multiplicadores do amor ou do ódio! depende de nós qual preferimos dar força e alimentar!

SOMOS MULTIPLICADORES capa de dentro

A espiritualidade entra em nossa vida num sopro e pronto. Entra sem bater e sem pedir licença. Invade a alma e se apodera do coração. Tão simples assim.



De mãos dadas com ela está a Fé. Forte e decidida. Destemida e corajosa, mas com tanta ternura e gentileza que não permite em tempo alguns deslizes de qualquer espécie no meio do caminho.

E pasmem, essa senhora tem fome e se alimenta vorazmente de amor, paciência, caráter, transparência, da verdade, consciência, bondade, tolerância, respeito e mais uma porção infinita de ações benevolentes e de sabedoria.

Quando a Espiritualidade e a Fé fazem parte incondicional de nosso ser, tudo fica mais fácil ou menos difícil. Depende de nosso ponto de vista e da situação em que nos encontramos em determinado momento de nossas vidas. Mas sempre encontramos a melhor saída e o melhor caminho.


Por mais injusto e hostil que seja o que estamos enfrentando, estas duas grandes parceiras estão abraçadas a nós como um escudo de aço. Nos fortalecem, não nos deixam sentir medo e nem baixar a cabeça diante de nada e muito menos de ninguém. Porque a Espiritualidade e a

Fé nos é dada por um Pai Onipresente e Onipotente que não nos abandona, não nos deixa só e tão bondoso que envia todos os seus Anjos de Luz e Amor, cada um com seu nome, cada um apresentando-se de maneira que possamos reconhecer.

Porque somos irmãos do mesmo Pai, mas indivíduos únicos, com personalidades diferentes, com perspectivas diferentes; Ainda assim Deus nos ensina o amor e o respeito e nos toca com o Seu amor e respeito.

Somos seus filhos, todos diferentes e cada um de nós podemos completar o outro com infinitos e diferenciados ensinamentos, melhorando tanta coisa nesta Terra.


Somos multiplicadores do amor ou do ódio, depende de nós qual preferimos e queremos dar força e alimentar.

Axé
Saravá
Amém


Namastê

O tabu da psicoterapia!

Artigo Anterior

Todos nós merecemos uma segunda chance…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.