4min. de leitura

Somos todos especiais!

Somos seres especiais e gostamos de ser tratados como únicos.

Vivemos num mundo de informações rápidas, avanços tecnológicos e emoções instantâneas.


Devido à competitividade e a necessidade de realizarmos inúmeras tarefas não temos mais tempo para cuidar das nossas emoções e por isso vamos acumulando frustrações e desilusões.

Fica cada vez mais difícil encontrar tempo para praticar gratidão e exercitar o amor. Amor requer cuidado e dedicação e o nosso dia a dia frenético não permite pausas.

Então deixamos de lado essas emoções e nos apegamos a sentimentos menos exigentes como a paixão passageira e as relações descartáveis, nos rodeamos de pessoas superficiais e nos tornamos carentes.


Carentes de afeto, de pessoas que nos escutem, que se interessem verdadeiramente por nós.

Estamos rodeados de pessoas, mas nos sentimos sozinhos porque não conseguimos preencher o vazio que se instalou dentro de nós. Precisamos lutar contra o vazio emocional e dar sentido às nossas vidas. Estamos insatisfeitos.


Precisamos nos cercar de pessoas leais, honestas e justas.

Pois num mundo onde ter é mais importante do que ser poucas são as pessoas que se dedicam em aprimorar as suas qualidades humanas.

Somente a prática diária do amor e da compaixão podem nos transformar em seres melhores, somente as atitudes altruístas podem aprimorar  o nosso espírito e enriquecer o nosso Ser.

Estamos ocupados demais buscando recursos materiais formação intelectual e profissional que nos esquecemos de dedicar tempo para  o nosso crescimento emocional e espiritual.

Dedicamos muitos anos da nossa vida nos preparando para o mercado de trabalho e não empregamos esforço para nosso desenvolvimento como pessoa.

Aprendemos a andar, mas não sabemos para onde ir, não sabemos que direção tomar.

Aprendemos a falar, mas não aprendemos a falar com propriedade. Não aprendemos a usar a palavra correta na hora certa. Ouvimos mas não escutamos.  Porque escutar requer muito  mais que simplesmente  ouvir, é preciso prestar atenção no assunto, perceber e interpretar o que foi dito. Aprendemos como estudar, mas esquecemos de que a matéria mais importante  nesta vida é saber conviver e se sociabilizar.

Aprendemos a trabalhar para obter ganhos financeiros, mas não aprendemos a trabalhar em favor do bem comum. Esquecemos que somos uma coletividade e que o bem que eu faço a outrem reflete em mim e em todos a minha volta.

Somos todos especiais!

Somos seres especiais e gostamos de ser tratados como únicos.

Precisamos nos empenhar para desenvolver nosso lado humanitário, porque nem sempre nascemos com essas habilidades, às vezes precisamos buscá-las através da prática diária. Um bom dia! Como está? Fique bem! São palavras simples que podem transformar o dia de alguém.

Pequenos gestos de afeto e de carinho são atitudes que podemos desenvolver e aprimorar. E se você encontrar alguém resistente persista. Seja o primeiro a quebrar o gelo. Use sempre palavras amáveis, tenha atitudes altruístas, demonstre gratidão e você vai perceber que o bem contagia que o vazio é preenchido e que logo todos à sua volta estarão agindo como você.

Moldure a tua alma, mas não limite teu ser!





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.