publicidade

Somos todos um, partes da mesma energia universal e criados pelo mesmo criador!

Que sou eu?



Um dos momentos por que passamos quando iniciamos o processo do autoconhecimento é se questionar sobre o nosso senso de identidade, sobre reconhecer ou até mesmo conhecer a nossa própria essência.

Para quem já se perguntou “quem sou eu?” certamente não encontrou de forma fácil a resposta, talvez até a pergunta ainda permaneça em aberto.

A verdade é que a resposta nunca será uma só porque somos vários em um e vários de nós em um só ser.


Somos parte da mesma energia universal e criados pelo mesmo criador.

Somos sombra e luz, somos contentamentos e decepções, somos o que queremos e o que não queremos, somos amor e a ausência dele, somos a construção de todos que já passaram pela nossa vida, somos a nossa autoimagem e aquela que fazem de nós, somos todos os papéis na sociedade que desempenhamos, somos todos um, parte da mesma energia universal e criados pelo mesmo criador.

Porém acima de tudo, não somos os mesmos de ontem, nem seremos os mesmos de amanhã porque estamos em constante mudança e transformação.

O autoconhecimento é um processo de encontro do ser consigo mesmo, de se encontrar na sua essência e, para alguns, é um processo de resgate pessoal.


Esse processo nunca acaba, por isso, cada vez que se questionar quem é você poderá chegar a uma resposta diferente, baseada no que tem vivido ou sofrido, em como tem se sentindo, em como tem percebido a sua realidade.

Não se aflija caso não consiga responder sobre quem é você, não se prenda a isso.

Foque em sentir ser o que é e o que deseja ser em sua mais genuína verdade e integralidade. Não precisa se definir, precisa sentir saber quem é.

Não busque rótulos, não se padronize, não se encaixe em nenhuma categoria, apenas sinta a sua essência e foque em ser.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.