6min. de leitura

Sono ruim? Mude 3 comportamentos, faça 3 exercícios e durma como um anjo!

Nosso sono é o resultado de como foi nosso dia! Já pensou nisso? Então é bom começar e levar a sério!

Os distúrbios de sono afetam 40% da população Brasileira e 45% da população mundial. Infelizmente, muitas pessoas não levam a sério, pois não sabem o mal que noites de sono sem qualidade podem causar ao nosso organismo.


Sabe o que acontece quando o sono não é reparador, ou seja, quando ele não cumpre o seu papel nas horas que dormimos?

Veja só alguns dos danos causados:

  • Diminui memória, foco, raciocínio, atenção e concentração.
  • Nossa capacidade criativa e a clareza nas tomadas de decisão diminuem.
  • Afeta o emagrecimento, pois o organismo produz menos leptina que dá a sensação de saciedade e, produz mais grelina que provoca fome.
  • Baixa a nossa imunidade.
  • Altera o humor, abrindo portas para a irritabilidade constante.
  • Altera a pressão sanguínea.
  • Aumenta ansiedade e estresse.
  • Prejudica o interesse e desempenho na relação amorosa.

Aqui passo para você 3 soluções para sair da estatística das pessoas que tem esses distúrbios, ou para não entrar nela, com foco no comportamento que nos leva a lidar de forma errada com nossas atividades, nossos afazeres…


A forma como encaramos nossa vida, os acontecimentos diários é que nos leva a ter mais estresse ou menos:

Primeira Solução:

Mantenha o foco no presente, eliminando “quando”, expressão que leva você a viver no futuro e “e… se…”, que mantém você no passado. Não viva esperando! O quando faz isso! Não espere para viajar quando tiver dinheiro, ou quando se aposentar… comece a fazer o que dá.

Você pode fazer viagens mais curtas, abrir mão de algumas coisas para economizar, planejar, sei lá, mas o importante é fazer e não ficar esperando, pois isso só aumenta a ansiedade e o sono fica ruim.

Já, o e se… normalmente traz insegurança, culpa, o que também eleva estresse e ansiedade.


Aqui vai a dica de um exercício para manter o foco que é bem eficaz: sentado com a coluna reta você inspira, contando até 4 bem devagar, enquanto visualiza uma luz azul entrando pelo topo da cabeça e vai descendo por todo o corpo ao longo do exercício. Logo, expire devagar contando até 8. Respire normalmente e repita mais três vezes o exercício.

Outro que gosto muito é o da gente tomar banho se concentrando em tudo o que está fazendo no banho. Iniciar o banho e terminar apenas prestando atenção no banho, cheirando o sabonete, percebendo as cores, a temperatura…


 Segunda Solução:

eliminar preocupações. As preocupações não servem de nada na vida da gente, aliás, só servem para fabricar coisas ruins como ansiedade, cortisol, medo… Troque preocupação por planejamento. Por exemplo, vai fazer uma viagem, prepare tudo com antecedência, roteiro, passagens, roupa, tudo. Faça uma lista, todos os dias olhe para ver o que fez e o que falta. Acredite que a preocupação faz mal e que você não nasceu preocupado. Você se tornou preocupado por aprender errado, agora pode libertar-se.

Um exercício interessante é você listar todas as preocupações que lembra que teve e que tem. Perceba a diferença que fizeram em sua vida. Lembre-se das noites que passou preocupada que o filho, ou a filha, estava demorando, nada aconteceu e depois você foi trabalhar morrendo de sono.

Nesta lista, escreva no topo: PREOCUPAÇÕES. Depois de listar tudo leia com cuidado. Analise todas as que foram perda de tempo, depois rasgue e jogue fora. Enquanto rasga e joga fora, aproveite e cante, como no filme Frozen: livre estou, livre estou…


Terceira Solução:

mude crenças limitantes. É muito comum a gente achar que distúrbio de sono é genético (também pode ser, mas não é determinante, quer dizer, não preciso continuar tendo), acreditar que não consegue mudar mais, acreditar que é difícil, entre tantas outras.

Um exercício certeiro é lembrar de tudo o que achou que não conseguiria e conseguiu, de tudo o que acreditou que não era capaz de mudar e mudou, de tudo o que acreditava que não conquistaria e conquistou. De preferência escreva tudo isso. Logo que terminar pense num herói das histórias de sua infância que gostava muito. Aquele que você, quando assistia ao filme ou desenho, ficava esperando que viesse salvá-lo! Agora, transforme-se nesse herói e leia em voz alta, ou repasse em voz alta todas as conquistas e superações, diga EU CONSIGO, eu sou o herói de minha vida! Respire profundamente 5 vezes e volte ao momento normal.

Espero que essas dicas te ajudem e, espero que compartilhe com quem você acredita que possa precisar, assim você ajuda a disseminar minha missão de ampliar o equilíbrio emocional.

Abraço carinhoso!

Isabel

__________

Direitos autorais da imagem de capa: bialasiewicz / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.