Sorria! o bom humor garante sucesso pessoal e profissional

6min. de leitura

Sorrir muito e manter o bom humor mesmo em situações inusitadas, auxilia o desenvolvimento das relações pessoais e profissionais aproximando cada vez mais as pessoas.

Ter bom humor é próprio de quem possui um brilho próprio e muito carisma. Por isso nunca estão ou se sentem sozinhas.



Hoje em dia, diversas áreas da medicina aprofundam nos estudos da importância do bom humor, dos bons sentimentos e da afetividade sadia como fontes de melhoria da qualidade de vida e da saúde global da pessoa. De acordo com diversos profissionais, ele é capaz de trazer muitos benefícios para a vida, contribuindo na diminuição do stress e até mesmo ajudando a aliviar a depressão.

De acordo com o artigo publicado no portal da Agência Global de Saúde, intitulado: Não se esqueça: bom humor faz bem à saúde, “a alegria dilata e aquece o organismo. Já a tristeza contrai e esfria o corpo”, diziam os médicos do século XVI.

Há alguns anos atrás, pesquisadores da Universidade de Yale, nos Estados Unidos desenvolveram um estudo, chegando à conclusão de que o impacto do otimismo sobre a longevidade equivale aos benefícios de não fumar e manter o colesterol e a pressão arterial em patamares saudáveis. Perceberam que pessoas mais otimistas e alegres tendem a viver sete anos e meio a mais que os pessimistas e mal-humorados.


Pessoas bem-humoradas se dão bem no amor e no trabalho.Estão sempre olhando a vida de maneira otimista e contagiam a todos em sua volta.

Trabalhar com alguém que se sente feliz e contagia as pessoas à sua volta permite que o ambiente se torne saudável. Ao contrário disso, nada pior do que trabalhar ao lado de uma pessoa amarga, com a cara amarrada, ou ser atendido por alguém que não está satisfeito com o que faz e trata os clientes com indiferença, sem um sorriso sequer no rosto. Atitudes assim afastam as pessoas da empresa, pois ninguém tolera o mau humor ou insatisfação das pessoas.

Segundo a tese do livro The Levity Effect (O efeito leveza, em português), dos americanos Adrian Gostick, expert em análise organizacional e co-autor do best-seller empresarial e do humorista Scott Christopher, publicado pela Editora John Wiley & Sons, um ambiente de trabalho “leve” favorece o crescimento pessoal e aumenta a satisfação profissional, além de contribuir positivamente para o faturamento da empresa.

De acordo com os autores, deve-se entender “leve” um local em que há liberdade para conversas, brincadeiras e, eventualmente, algumas piadas. Profissionais bem-humorados também são os primeiros a serem lembrados pelo presidente da empresa quando o assunto é promoção. Um estudo da consultoria americana Hodge-Cronin & Associates apontou que 98% de 737 altos executivos contratariam ou promoveriam o boa-praça no lugar do carrancudo.


“Se você trabalha com alegria e participa de programas que instigam o humor, consegue se concentrar mais para resolver problemas e cumprir metas difíceis, características fundamentais para se tornar um bom líder”, diz Thais Trevisan, consultora de comunicação estratégica da Hewitt Associates, consultoria em gestão de RH, em São Paulo. 

Por outro lado, em se tratando de relacionamento profissional, devem ser tomados alguns cuidados, pois a pessoa não pode ser engraçadinha o tempo todo, contando piadinhas e achando graça em tudo que as pessoas fazem a ponto de constranger os colegas. Outra atitude negativa é a risada escandalosa que pode passar uma imagem de descontrole emocional ou imaturidade, além da total falta de profissionalismo.

No ambiente da empresa, nem todo assunto deve ser motivo de graça, bem como não se deve ficar contando piadinhas ofensivas ou racistas. Existem pessoas que acabam se transformando no “palhaço da turma”, e isso faz com que elas se esqueçam de investir em outras qualidades e potencialidades que poderia usar em benefício do seu crescimento na empresa.

Quando usado com moderação, o bom humor só traz benefícios, ajudando a eliminar o stress, curando doenças, contagiando as pessoas e ajudando a levar a vida de forma mais leve e menos dolorida.

Nesses tempos de pressão e cobranças, onde as pessoas se transformaram em verdadeiras máquinas, pode ser possível deixar um espaço para sorrir, acordando de bem com a vida, com o pé direito e deixando a tristeza e o baixo astral em casa, levando apenas a vontade de ser feliz!


Direitos autorais da imagem de capa: Franciele Cunha / Unsplash

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 24/06/2018 às 5:37






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.