Espiritualidade

Sou o agora

Este exato momento agora é a única coisa da qual você jamais conseguirá escapar, o único fator constante em sua vida.



Aconteça o que acontecer, e por mais que sua vida mude, uma coisa é certa: é sempre o agora.

Se não for possível fugir do agora, por que não acolhê-lo e tratá-lo bem?

A divisão da vida em passado, presente e futuro é uma construção da mente, em última análise: ilusória.


Passado e futuro são formas pensamento, abstrações mentais.

O passado só pode ser lembrado agora.

O que você lembra é um fato que aconteceu no agora e do qual você se lembra agora.

O futuro, quando chega, é o agora.


Portanto, a única coisa real, a única coisa que sempre existe, é o agora.

Concentrar sua atenção no agora, não é negar o que é necessário em sua vida. É reconhecer o que é prioritário.

Depois, você poderá lidar mais facilmente com o que é secundário.

Veja o que é prioritário e faça do agora seu amigo, não seu inimigo. Reconheça-o, respeite-o. Quando o agora é a base e o foco principal de sua vida, ela flui com facilidade.


Sinta a vida em seu corpo.

Isso enraíza você no agora.

Enquanto não se responsabilizar por este exato momento – o agora – você não estará assumindo qualquer responsabilidade por sua vida.

É por isso que o agora é o único lugar onde a Vida pode ser encontrada.


O agora é como é porque não pode ser de outro jeito.

Assumir responsabilidade por este momento presente é estar em harmonia com a vida.

Quando você passa a dar atenção ao agora, cria-se um estado de alerta. É como se você acordasse de um sonho, o sonho do pensamento, o sonho do passado e do futuro.

É tão claro é tão simples.


Não sobra lugar para criar problemas.

Só esse momento, tal como ele é.

Quando concentra sua atenção no agora, você se dá conta de que a vida é sagrada. Existe algo de sagrado em tudo que você percebe quando se encontra no presente. Quanto mais você viver no agora, mais vai sentir a simples e profunda alegria de SER e do caráter sagrado da Vida.

A maior parte das pessoas confunde o agora com o que acontece no agora. Mas não é isso.


O agora é mais profundo do que qualquer conteúdo que ocorre nele.

É o espaço no qual tudo acontece.

Você sempre ignora o fato mais óbvio: o seu sentido mais profundo de ser não tem nada a ver com o que acontece na sua vida, nada a ver com o conteúdo de sua vida.

O sentido de ser, de Eu Sou, está intimamente ligado ao agora.


Ele sempre permanece o mesmo.

Na infância e na velhice, na saúde ou na doença, no sucesso ou no fracasso, o Eu Sou, o espaço do agora permanece imutável no nível mais profundo. Mas como ele costuma se confundir com o que acontece em sua vida, você sente o Eu Sou ou o agora muito tênue e indiretamente, através do conteúdo da sua vida.

Em outras palavras: sua noção de ser fica obscurecida pelas circunstâncias, por sua corrente de pensamento e pelos inúmeros fatos que ocorrem no mundo à sua volta.

O agora fica encoberto pelo tempo.


No entanto, é tão simples lembrar a verdade e dessa forma voltar às origens.

Eu não sou os meus pensamentos, não sou minhas emoções, minhas percepções sensoriais e minhas experiências.

Não sou o conteúdo da minha vida.

Sou o espaço onde todas as coisas acontecem.

Eu sou a consciência.

Sou o Agora.

Eckhart Tolle 

Carta de uma mulher à amante do marido

Artigo Anterior

10 plantas que atraem energias positivas

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.